Translate this Page

Rating: 2.0/5 (3233 votos)




ONLINE
3




Partilhe esta Página





Busca OPortal

Clique⇒ mapa do site avançado
           Buscar no freefind

Email OPortal

 

oportal@oportaldateologia.org

cornelio.a.dias@oportaldateologia.org

 


https://files.comunidades.net/oportaldateologia/setad.gifÚltimas Edições

 

1. A emergente reascensão da escatologia. Leia

2. O que é o id 2020? O ID2020 é a Marca de Besta? Leia

3. As máscaras o covid-19 e a engenharia social Leia

4. Teoria da Conspiração e o humano QR-Code Leia

5. O Mundo pós-covid Projeto diabólico Leia

6. Como será a vida no futuro Leia

7. Admirável mundo novo Leia 

 


 

A santificação sob a perspectiva da bíblia-introdução: Aqui

 

 Edição em destaque

 

Parte Final

 

 

 

Leia

atualização de 31/12/2020  

Ychzek'el

 

9.  3 - 4

3: Então a Glória do começou a se levantar sobre o Keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa.

Ele chamou o homem vestido com roupas de linho, o qual tinha equipamento de escribas em sua cintura. 

O Deus de Yisra'el começou a se levantar sobre o Keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa. 

 

Ezequiel  

 

9.  4. 

Adonai lhe disse "Vá por toda a cidade, através de toda a Yerushalayim, e ponha uma marca em sua testa como a de um homem [Cristo] que está suspirando e chorando por todas as práticas odiosas que estão sendo cometidas ali".    


Theologĭa In Situ Vulgata
Theologĭa In Situ Vulgata

Theologĭa in situ Vulgata

 

Cornelio A.Dias

 20:50:01-07:053:18

 

Apesar do titulo complexo do artigo, o assunto que vamos estudar não consiste em explorar o tema “teologia” dentro do seu contexto acadêmico, visto que um estudo nesta perspectiva visa pesquisar, debater e argumentar uma temática com a finalidade principal de conduzir o argumento em tese ou proposto através da indução ou dedução, com o objetivo final de um formar um conceito ou elaborar uma teoria; bem como aprimorar algum preexistente; dentro de uma disciplina específica conforme exige a sua metodologia teológica.

O assunto que vamos estudar conforme define o título: Teologia em lugar da Bíblia é sobre as consequências destrutivas que são geradas quando se aplica o efeito do saber teológico com a finalidade de predominar sobre o texto no contexto bíblico original; isto é quando a teologia é aplicada com o intuito de subjetivar a mensagem enunciada sobre uma ótica contraditória a fim de formar uma pseudoverdade; a inexistente falsa verdade.

A pseudoverdade é uma negação da verdade com a finalidade de transformar um argumento infundado em absoluto.

 

Quando qualquer texto bíblico tem o seu sentido literal alterado e reinterpretado propositadamente a fim de ser transformado em um argumento distinto e infundado com a finalidade de se tornar irrefutável criando se um novo conceito.

 

Antes de explorarmos o tema do estudo vamos conhecer um pouco sobre a origem do termo heresia, como se segue: Vamos ao termo: Haíresis é um substantivo feminino derivado do radical grego: hairéomai Haíresis também significa “uma opinião forte e distinta” é usada no Novo Testamento também com o sentido de “partidos –seitas- individuais” que operavam dentro do judaísmo; ou seja, eram grupos de homens separados uns dos outros e seguindo as suas próprias doutrinas - uma seita ou partido como os saduceus, Atos 5: 17; os fariseus, Atos 15: 5 e 26: 5; Atos 26: 5; os cristãos, Atos 24: 5; 14; claramente distintos entre si.

 

Como substantivo feminino, haíresis destaca a natureza subjetiva, ou seja, “de uma opinião individual.

 

Também significa: em todos os casos, como uma sugestão de reprovação.

 

Define se também como: dissensões decorrentes da diversidade de opiniões e objetivos: Gálatas 5: 20; 1 Coríntios 11:19.

 

Estas são as definições para o nosso termo: heresia; cujas versões mais comuns são: falsos ensinos ou doutrinas. Como vimos acima que a heresia sugere ser uma opinião individual ela firma se melhor por natureza subjetiva que é a pertinente a ou da característica individual, pessoal, particular; de alguém.

 

Ao relacionarmos os significados das definições para o termo heresia conforme acima descritos diretamente como os tratados bíblicos; a interpretação mais apropriada que podemos obter é a que sugere como sendo: qualquer distorção da doutrina e dos ensinos fidedignos a fim de produzir novas doutrinas ambíguas ou ensinamentos controversos ao evangelho compreendido pelos primeiros cristãos, os discípulos; por terem sidos instruídos diretamente por Cristo.

 

A compreensão sobre heresia pode ser definida como um conjunto de opiniões distintas individuais que deram origem as várias seitas ou partidos individuais que atuavam divergente dentro do ambiente social, cultural, político e religioso predominante do povo hebreu definido com Judaísmo.

 

O judaísmo era composto por três principais segmentos religiosos que era os Fariseus, Saduceus e os Essênios. Podemos incluir também mais um grupo como uma seita religiosa, os Zelotes que eram um braço revolucionário armado cuja ideologia baseava-se na crença farisaica da Galileia. Este grupo religioso foi fundado por Judas o Iscariotes ou Galileu, como sendo a quarta seita da filosofia judaica, dentre os quais também pertenceram Simão e Paulo de Tarso. Estes homens estavam de acordo com as noções farisaicas; mas eles tinham uma fixação inviolável pela liberdade.

 

Este é o típico exemplo do significado técnico e bíblico sobre que é a heresia, porque ela origina se a partir de um movimento formado por um idealista contrario a um sistema que dominante ou contrario aos seus princípios que arregimenta um grupo de simpatizantes formando uma nova facção; termo que também se atribui ao sentido de heresia, para concorrer com ou contra os demais já existentes.

 

Após o arrebatamento de Cristo os seus seguidores foram considerados como difusores de uma nova religião oposta à tradicional que era o judaísmo constituída pelos quatros grupos supracitados, e na dificuldade de ser qualificada e impossível de ser definida no contexto sócio-religioso predominante da época; foi denominada: Cristãos – quando em Antioquia os discípulos pela primeira vez foram chamados cristãos. Esta é a origem do termo e da conhecida religião: Cristianismo. 

Uma teoria histórica afirma que: a religião cristã, ou seja, o Cristianismo é constituído por três vertentes principais: o Catolicismo Romano; subordinada a um bispo romano, a Ortodoxa Oriental que é uma divisão da Igreja Católica em 1054 após o Grande Cisma e o protestantismo que surgiu durante a Reforma católica do século XVI.

 

Confrontando a teoria religiosa da idade média conforme acima descrita com a realidade do contexto histórico religioso do Século I que registrou e fundamentou o surgimento da quinta religião judaica, o Cristianismo; cuja definição exata é o resultado da fusão de um novo conceito teológico sempre de principio contraditório na teoria e na prática, originando uma pseudoverdade; ou seja; a heresia.

 

Sendo assim; sintetizamos: Teologia no lugar da Bíblia = αἵρεσις, = hairesis = heresia. Entretanto a heresia é formação de um novo conceito que a teologia cria em substituição de um registro bíblico religioso e ou histórico. Mesmo diante desta realidade histórica o Catolicismo peremptoriamente nega a sua origem em Roma através da mistura e fusão de elementos simbólicos do paganismo com elementos religiosos do Cristianismo, cuja divisão originou o protestantismo.

 

O protestantismo por sua vez confirma a sua origem através do catolicismo, mas afirma ser ela a religião que deu origem aos “pentecostais”; declarando explicitamente a extinção da Igreja Cristã Primitiva firmada pelo Espírito Santo e formada pelos discípulos e apóstolos; substituindo o termo “Cristão” original pelo “Pentecostal”; que se radicalizou como uma nova religião.

 

A teologia registra a veracidade dos procedimentos controversos acima, mas contradiz a sua autenticidade.

 

Ainda nos primórdios da fundação deste novo grupo o efeito heresia já havia penetrado no grupo formado pelos discípulos e os novos cristãos e isto era perceptível por todos; mas apenas Paulo manifestou em defesa da subsistência da fé cristã de Evangelho de Cristo, ao tentar desarraigar este mal espiritual; visto que este recém grupo, os seguidores de Cristo estavam se fragmentando e criando novas células visando divulgar novas vertentes e variações do evangelho em desincompatibilidade com o genuíno firmado por Cristo; visando ser disseminado por toda a terra.

 

E ate hoje este fenômeno conhecido por heresia continua em plena ascensão dentro do chamado grupo dos cristãos originais, os denominados pentecostais; conforme as definições técnicas do comportamento individual herege dos seus membros; como o que ocorreu na Igreja Primitiva de Jerusalém; que no conceito prático do termo parte de um principio individual que atrai outros simpatizantes formando uma nova célula interna que se transforma em um novo segmento autônomo.

 

O cristianismo hipoteticamente hoje é classificado como pentecostais; protestantes, neopentecostais além de novas vertentes que tem surgido cujas normas religiosas não se enquadram diretamente dentro deste segmento que são denominados como Livres Adoradores, Igrejas Inclusivas, e outras modalidades que ainda não emplacaram neste grupo. Teoricamente conforme os registros bíblicos o Cristianismo é a expansão continuada da Igreja formada pelos Apóstolos de Cristo.

 

Este processo conhecido pelo termo heresia também é ativo nas demais religiões visto que a fragmentação é um fenômeno natural, por isto não deve ser considerado como exclusividade do cristianismo; visto que não é um movimento novo ou extraordinário típico de um contexto social ou religioso; e sim, um tipo de evento absoluto e predominante.

 

O efeito prático do conceito de heresia ele é empregado efetivamente no segmento religioso.

 

Não é comum usar o termo heresia na política ou em outros contextos que não seja religioso, mas, existe tecnicamente visto que é notável e sabido que o meio político por conta de intensa divergência interna se fragmenta formando grupos políticos dissidentes por conta da adversidade política e ideológica.

 

 

Sendo assim desde que haja divergência de em grupo e ele se fragmenta por conta de uma divergência ideológica pode se aplicar uma das definições literárias do conceito heresia proporcional ao evento.

 

Bem, após a introdução inicial necessária para a compreensão da definição do termo heresia, o titulo do artigo: Theologĭa in situ Vulgata cujos termos em latim traduz se por: Teologia no lugar da Bíblia; que é a ação da heresia que remonta os idos muito além da antiguidade, desde que ele “o termo - heresia” se efetivou através da incorporação teórica do termo “teologia” no conceito deste termo fundamento pelo cristianismo, cujo, teve grande destaque deu se na Idade Média, entre os séculos IV e V; com o significado de conhecimento e saber cristão acerca de Deus como definição de teologia; e o termo heresia para qualquer contradita teológica.

 

A teologia como a ciência primeira remonta as primeiras eras da história da humanidade tanto na teoria como na pratica visto que dela surgiu à filosofia com disciplina do pensamento crítico de cuja originou ciência como metodologia de pesquisa.

 

A Bíblia autentica e infalível registra o nascimento da metodologia cientifica atualmente conhecida com ciências divididas em humanas, exatas e biomédicas, conhecida como empírica junto com a filosofia enquanto que a teologia predomina sobre elas por alem de ser metafísica ela tem o caráter original de ser o elo entre sagrado, o profano e o rito. Conforme Êxodo 31. 2 – 11 Deus escolheu Bezalel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, e lho o encheu do seu Espírito.

 

A teologia criou-se a partir daquele momento em foram escolhidos aqueles homens que formaram o primeiro grupo de profissionais com habilidades em todas as áreas do conhecimento empírico para que construíssem o tabernáculo, que na pratica e no simbolismo deve ser considerado como sendo o primeiro templo; titulo que foi admitido para o que foi construído por Salomão.

 

A história ignora esta realidade bíblica e os fatos concretos atribuindo aos gregos e egípcios como sendo os pioneiros nas artes das ciências.

 

A empírica estuda o campo físico enquanto que a metafísica o transcendente que é equivalente ao saber espiritual. Com base na compreensão básica do que é a heresia e como ela se dá e manifesta; vamos citar alguns exemplos que é importante atentarmos para que possamos identificar quando um ensino é genuíno e autentico e quando ele é infundado e contraditório quando confrontado com a Bíblia.

 

Cabe ressaltar que a heresia ela pode ser premeditada como pode ser impensado. A bíblia por si só é a fonte principal para a produção de heresias; vejamos por que diz: 

 

Oséias 4 •  1 Ouvi, pois, a Palavra de Yahweh, vós filhos de Israel, porquanto o SENHOR tem uma grave acusação a proclamar contra o povo que habita nesta terra; porque não há verdade, bondade, compaixão, misericórdia, justiça, nem conhecimento de Elohim, Deus, sobre a terra!

 

• 2 Tudo quanto aparece e sobressai é maldição, mentira, assassinato, roubo, furto, adultério, traição; transgressões muito além dos limites! A violência e o derramamento de sangue crescem sem parar.

• 3 
Por este motivo a terra ressequida está de luto, e todos os seus habitantes desfalecem; os animais do campo, as aves do céu, e os peixes do mar estão se extinguindo.

• 4 Todavia, que ninguém ouse levantar palavra de censura nem de repreensão contra o meu povo, porquanto a minha acusação é contra vós, ó sacerdotes!

 5 Eis que tropeçais dia e noite, e os profetas são levados a tropeçar convosco. E por essa razão destruirei Israel, vossa mãe! 

 

Esta perícope é interessante que pode ser lido como está escrito como do 1º ao 5º bem como também do 5º ao 1º e observe atentamente e identifique quais são os versos denotam a possível origem de heresias!

Veja o que mal que ela produz no contexto social e espiritual do povo em geral! Isto já estava radicado antes de Cristo e da Igreja.

 

Podemos afirmar que a heresia também é a conseqüência de um tropeço, e sendo assim ela pode ter resultados diferentes. Se alguém tropeçar na verdade o que isto poderá acarretar? E se o tropeço for de encontro à mentira?

 

Qual deles terá um efeito positivo; observando se que a Haíresis também significa “uma opinião forte e distinta”!

Vou usar o recorte de artigo anterior que contém uma referencia bíblica que se enquadra perfeitamente no parágrafo supracitado:

Os cristãos estavam tendo um comportando cristão doutrinariamente contraditório conforme cita os versos a seguir:

1 Coríntios 11 • 17 Apesar de tudo, não vos elogiarei quanto à instrução que passo a vos dar agora, porquanto as vossas reuniões produzem mal e não bem!

 18 Em primeiro lugar, porque ouço dizer que há divisões entre vós quando vos reunis como igreja; e até certo ponto acredito que isso esteja ocorrendo. 

 19 Todavia, se faz necessário que haja divergências entre vós, para que os aprovados se tornem conhecidos em vosso meio.  

 

Quando se reuniam na igreja havia entre eles dissensões e heresias, e isto lhos diferenciava para que os sinceros cristãos se manifestassem entre eles.

Observe que a heresia é retratada explicitamente nos versos 18 e 19; através dos termos divisões e divergências.

 

O risco iminente nesta situação e a de haver uma ou várias rupturas fragmentando o corpo provocando divisões irreversíveis! 

Embora Paulo fosse o maior defensor da unanimidade entre os cristãos o seu ministério representava para muitos deles como uma divisão da Igreja de Cristo visto que ele evangelizava os gentios e doutrinava secularmente os novos membros de maneira contraria a cultura judaica, motivo pelo qual resultou em um novo Concílio na Igreja para discutir as bases doutrinárias para que os gentios fossem admitidos como membros da Igreja de Jerusalém.

 

Eu teologicamente defino o termo heresia quando qualquer texto bíblico tem o seu sentido literal reinterpretado e alterado propositadamente a fim de ser transformado em um argumento distinto e infundado com a finalidade de se tornar irrefutável criando se um novo conceito.

Em suma: uma mentira. Isto é comum nos sermões diários nas igrejas.

Uma hermenêutica facilmente pode gerar uma heresia, segundo o meu conceito acima.

 

A Palavra de Deus é viva. É perigoso torna lha estática, ou seja; paralisada exceto isoladamente como no caso de alguns texto que tratam de genealogias como, por exemplo, Crônicas 1.

 

Aproveitando o tema vou citar uns exemplos publicados e uma página do Facebook muito propicio para este tema em pauta: "Versículos" inventados por pregadores e usados por outras pessoas.

 

Contra heresias novamente, segue alguns "versículos" inventados e abaixo, os versículos bíblicos mais parecidos com as citações criadas:

 

Invenção: Venha assim como estás. Bíblia: "Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora." João 6:37

 

Invenção: "A palavra de Deus se renova a cada manhã." Bíblia: "As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos; porque as suas misericórdias não têm fim. 23 = Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade." Lamentações 3: 22.

 

Invenção: "Dê um passo para Deus, que Ele dará dois passos para você.” Bíblia: "Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Limpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai o coração."

 

Invenção: "Deus tarda, mas não falha.” Bíblia: "E Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a Ele de dia e de noite, ainda que tardio (paciente) para com eles?" Lucas 18:7.

 

Invenção: "Eu venci o mundo, e vós vencereis também." Bíblia: "Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo." João 16:33.

 

Invenção: "Não cai uma folha de uma árvore se Deus não permitir.” Bíblia: "Assim saberão todas as árvores do campo que eu, o SENHOR, abati a árvore alta, elevei a árvore baixa, sequei a árvore verde e fiz reverdecer a árvore seca; eu, o Senhor, o disse e o farei." Ezequiel 17:24 PS: Essa frase inventada como versículo consta no Alcorão, livro do Islãmismo.

 

Invenção: "O cair é do homem, o levantar é de Deus.” Bíblia: "Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres." Apocalipse 2: 5

 

Invenção: "Quem não vem por amor, vem pela dor." Bíblia: "Antes de ser afligido, andava errado; mas agora guardo a tua palavra [...] Foi bom para mim ter sido castigado, para que aprendesse os teus decretos. Salmos 119: 67 e 71.

 

Cuidado ao falar algo e dizer "assim diz o Senhor", sendo que nem está na Bíblia. Vamos estudar e nos aprofundar mais na Palavra de Deus, isso sim é bom para nós.

 

Por: Clinton Ramachotte

 

Uma frase bem comum é esta: "Deus não escolhe os capacitados capacita os escolhidos. Fazer ou não fazer algo só depende de nossa vontade e perseverança”. Albert Einstein.

Mas o texto bíblico foi escrito assim: Mas o SENHOR disse: – Você pode fazer isso porque eu o ajudarei. Você esmagará todos os midianitas como se eles fossem um só homem. Juízes 6: 16.14 Então o SENHOR olhou para Gideão e lhe ordenou: “Vai com a força que tu tens, vai e liberta o povo de Israel das mãos de Midiã. Ora, não Sou Eu quem te envia?” 16 Mas Yahweh lhe afirmou: “Eis que Eu estarei contigo e tu vencerás os midianitas como se fossem um só homem!”

 

Uma questão polemica é gerada quando se pergunta: Jesus Desceu ao Inferno?

E se com o seguinte texto bíblico a seguir respondermos esta passagem?

Efésios 4 • 8 Por isso, é que foi declarado: “Quando Ele subia em triunfo às alturas, levou cativos muitos prisioneiros e distribuiu dons aos homens”. 

 9 O que significa “Ele subiu”, senão que também desceu às partes mais baixas da Terra? 

 10 Aquele que desceu é o mesmo que semelhantemente subiu muito além de todos os céus, para preencher tudo o que existe.

Jesus também havia descido até as regiões inferiores, a terra, mas, Ele nem sequer foi enterrado, ou seja, sepultado numa cova como Lázaro irmão de Maria!

Vamos usar outra referencia para contrastar com a supracitada: Jacó ao saber da morte de Jose disse o seguinte: 

Gênesis 37 • 35 Todos os seus filhos e filhas se achegaram para oferecer-lhe consolo, contudo ele recusou toda e qualquer consolação, e declarou: “Não! É em luto que descerei ao Sheolpara me encontrar com meu filho!” E continuou a chorar a perda de seu filho José.   

 

As diferentes versões da bíblica não alteram os textos, portanto: Jacó sabia onde estava o seu filho, mesmo não sabendo onde estava o corpo!

Que conclusão podemos obter se traçarmos paralelos entre os textos das diferentes referencias bíblicas sobre onde Cristo foi, porque e que foi fazer lá no hades; onde estaria José se tivesse realmente morrido?

Onde estariam às almas dos mortos desde Abel até Judas Iscariotes e os dois malfeitores crucificados ao lado de Cristo?

Cristo disse para um deles que se encontrariam com ele naqueles mesmo dia, e o outro para onde foi à alma dele?

Se todos estivessem no céu conhecido como o Ceio de Abraão, porque haveria Cristo descer as profundezas da terra?

Estariam os justos e os ímpios mortos em um mesmo lugar?

 

Vou deixar estas questões para refletirem, por isto não vou responder. E se eu afirmar que Cristo desceu ao hades para pregar sobre o seu sacrifício para remissão dos pecados para as almas dos apenas fisicamente mortos, para o arrependimento e o perdão? 

Ou se eu afirmar que Cristo não foi ao hades; termo hebraico usado no antigo testamento, cuja versão em grego no novo testamento traduz se por inferno, porque lá estavam apenas os ex-anjos caídos na rebelião provocada pelo ex-querubim Lúcifer?

 

Em qual das duas afirmações eu estaria incorrendo no ato de criar uma heresia?

E alguém afirma o seguinte categoricamente o seguinte: Jesus não desceu ao Inferno, o diabo não possuía as “chaves” da morte e do inferno, não existe uma segunda chance de salvação aos desobedientes após sua morte.

 

Uma mentira produzida por uma hermenêutica distorcida deve ser considerada como uma heresia?

 

E a verdade de que Cristo morreu numa cruz dando a sua vida para salvar a de todos sem exceção pode ser uma heresia para aquele que não crê que isto é verdade?

E aquele que crê que a salvação é para todos mediante apenas pela graça as obras?

Se outros afirmarem que basta crer na morte de Cristo e se for batizado em água no seu nome já está apto a salvação da alma após morte?

E eu quando afirmo que a salvação é garantida para os predestinados e facultativa para os chamados?

E quando eu ensino que isto é possível porque muitos serão chamados, mas, poucos serão escolhidos, sendo assim uns poderão optar por ser salvo enquanto outros não?

Posso eu estar sendo herege mesmo que eu prove dentro da Bíblia que é assim porque Deus quis que fosse?

 

É possível alguém saber se é predestinado, ou seja, escolhido para salvação?

Alguém que afirme categoricamente que sim pode estar sendo herege, ou seja, pode ele estar criando uma expectativa falsa a fim de formar uma opinião controversa em discordância com a Bíblia?

A minha principal expectativa é de que estou bem mais perto de participar do arrebatamento da Igreja de Cristo ainda em vida do que os meus pais!

 

Uma certeza minha é a de que Cristo virá pela primeira vez depois que subiu ao céu; e que neste dia começará a grande tribulação e o reino do Anticristo junto com o Falso Profeta e no final de sete anos Cristo voltará pela segunda vez para derrotar as duas bestas e iniciar o seu Reino Milenar.

 

Quarenta por cento dos pastores mais cinco por cento dos teólogos que acreditam na vinda de Cristo afirmam e ensinam, até escrevem livros afirmando que Ele que na segunda vinda Cristo vai arrebatar a Igreja antes do arrebatamento, antes da tribulação. Depois dos sete anos quando terminar o período da tribulação Ele voltará para reinar na terra por mil anos. Seria esta a sua terceira vinda?

 

Eles afirmam que Cristo virá em duas fases, bem, alguém ao deslocar para um lugar poderá este retornar a origem em duas fases? É possível vir sem ter ido? Como explicar isto? Você acredita que isto é possível?

 

Será preciso você sair da sua casa e tentar retornar em duas fases, para acreditar depois que é impossível?

Ou terá que pedir para o seu pastor para fazer isto e depois explicar como a vinda do Senhor poderá ser em duas fases?

Ou então pergunte lhe quando foi que Ele veio pela primeira vez, para estar vindo pela segunda, quando irá arrebatar a Igreja!

Parece que para a maioria dos nossos pastores e teólogos, Cristo virá três vezes. Será que eles confundem o nascimento materno no ventre da mãe como vir de alguma galáxia ou dimensão?

Para você isto é uma heresia? Ou será que cérebros dos nossos pastores são semelhantes ao que se produz no interior de uma ostra?

 

Mesmo assim esta teologia não se caracteriza uma heresia. Para ilustrar ainda mais, irei quebrar novamente o código de ética entre os teólogos ao republicar um artigo, cujo título é: “As roupas para mulheres à luz de Deuteronômio 22-5”, de um pastor e teólogo brasileiro.

 

Neste artigo que vou republicar entenderão o que acontece quando heresia “hairesis” ela surge a partir: da liberdade de escolha, decisão e liberdade de pensamento; através de uma ótica pessoal na releitura de um texto fora do seu contexto pelo viés do hermeneuta; cuja conclusão final cria se uma nova tese ou doutrina totalmente controversa e infundada.

 

Questione sempre que um preletor ao ministrar um sermão ou pregação ao notar explicitamente que aquela hermenêutica não esta coerente com o texto e a  mensagem não há coesão com a tema central; por estar contradizendo o texto e a mensagem bíblica.

Isto ocorre no contexto da Theologĭa in situ Vulgata; isto é quando a Teologia está no lugar da Bíblia.

• Hebreus 4 • 12 Porquanto a Palavra de Deus é viva e eficaz, mais cortante que qualquer espada de dois gumes; capaz de penetrar até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é sensível para perceber os pensamentos e intenções do coração.

  

Sincero Shalom!

 

Em Yeshua!

 

"Feito perfeito, é imperfeito; como criação, o meu eu; natureza humana!" C. A. Dias.

 

 

              

 

 

Licença Creative Commons
Theologĭa In Situ VulgataTeologo Cornelio A.Dias está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Não Comercial - Sem Derivações 4.0 Internacional. Baseado no trabalho disponível em http://oportaldateologia.no.comunidades.net/theolog301a-in-situ-vulgata Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em mail oportal@oportaldateologia.org

newline oportal

is lidas 2021-22

1. A Porta da Salvação. Leia

2. O Pão nosso de cada dia. Leia

3. Televisão: O olho mágico da besta. Leia

4. O que é heresia? Leia

5. Tecnologia 5G e o olho que tudo Vê. Leia

6. A era da sociedade charagma. Leia

7. Plano dos Illuminati rumo a Nova Ordem Mundial.  Leia

8. A chegada não reconhecida do falso profeta. Leia

9. Nova Ordem Mundial conforme a Bíblia. Leia

10. O que é o Anticristo? Quem será Ele? Leia

11. O anticristo conforme a bíblia. Leia

12. Como será a vida no futuro: Leia

Destaque OPortal

A chamada no gif abaixo visa alertar sobre um grave evento que vai acontecer:

São elementos ardentes que se fundirão sobre terra: Cuidado!

Os corpos celestes explodirão sobre a atmosfera e cairá sobre a terra como chuva de pedras fogueadas. Haverá terrível destruição.

Tema Central d'OPortal

Leia

A falsa doutrina da pré-tribulação

Link

Questione-se: 

Conforme cita a bíblia qual é das doutrinas a que julga ser a mais viável pra você  biblicamente? 

Mezo-tribulação 

A Igreja será arrebatada ou não no meio da tribulação?

Pós-tribulação   

Em qual delas a Igreja de Cristo vai ser elevada?

Pré-tribulação  

A Igreja ela não verá este juízo que  virá sobre a face da  terra.

Qual é a certeza de que não vai estar aqui neste dia mais terrível da humanidade ?

Reflexão 

O Portal

 texto flutuante

  

       


Reflexão!

2013 - 2022

O oitavo rei

A besta do mar conforme Ef: 6 - 11 - 13.

faz referência às duas hierarquias do mal que domina o mundo físico e espiritual desde a origem do pecado no Éden. São eles os “Principados” que são as ordens celestiais malignas superiores constituídas por demônios de todas as hierarquias ou seja; é uma casta formada pelos seres que eram angelicais e foram lançados na terra quando o querubim Lúcifer intentou usurpar o trono de Deus; eles são miríades ou legiões enquanto que as "Potestades" são classes humanas de Governantes que governam os países do mundo sob o domínio secular de controle espiritual total do demônio; como por exemplo o falso profeta que é a besta do mar e o anticristo a besta da terra e os demais reis tirânicos existentes!

O sangue inocente "do cristão" ainda terá que ser derramado até que o último fiel seja morto na terra por servir a Deus em Jesus Cristo conforme registra

Apocalipse 6:9-11: que diz:

9: E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.

10: E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?

11: E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que hão de serem mortos eles como eles foram.

São soldados do Rei dos Reis todos aqueles que pela sua fé em Cristo forem perseguidos e mortos no mundo pelo exército de satanás nesta antiga batalha espiritual entre o bem e o mal; por não se prostrarem diante das potestades da terra prestando lhes adoração e submissão total as suas leis, que são: 2 Coríntios 4: 4!

Os fiéis são os guerreiros que serão presos; feridos ou mortos nesta guerra espiritual secular que virá com força total sobre a terra contra os soldados do Deus altíssimo.

Os que forem mortos; estes não vão ser laureados com medalhas de sangue como fazem os exércitos seculares; "nós" os que provarmos o dano da primeira morte na terra; vamos receber uma Coroa de Glória com os nossos nomes gravados nelas e reinaremos com Cristo por toda a eternidade; na Nova Jerusalém que descerá do céu e ocupará o espaço desta terra pois ela será lançada no lago de fogo e enxofre no Juízo Final após o governo milenar de Cristo aqui no mundo; por toda eternidade!

A Nova Ordem Mundial através do Falso Profeta já está em plena e intensa atividade e teve inicio em 2013 cumprindo seu dever a rigor. A sua marca já está sendo aceita é voluntariamente por muitos nos países no mundo e já estamos no tempo em ela vai ser obrigatória para todos!

E quem quiser livrar-se "desta lei que será a pior perseguição que já houve terá que aceitar a marca para poder comprar ou vender e ter a liberdade em troca pela sua alma!

Revelação 13. 1 – E vi uma besta que saia do mar, [...] 2 [...] O dragão lhe deu seu poder, seu trono e grande autoridade.

4. Eles adorarão o dragão, porque dera a sua autoridade à besta [...] Foi-lhe dado poder para guerrear contra o povo santo de Deus e derrotá-los.

10. Se alguém há de ir para o cativeiro, para o cativeiro irá! Se alguém há de ser morto à espada, morto à espada haverá de ser!”“.

O oitavo rei ele é a besta do mar o falso profeta do em Apocalipse 18:2 que assumiu o trono da perdição em 2013 cujo; é a Babilônia “espiritual”. O número que ele simboliza é o: 6 6 6.

O ultimo, o Rei dos reis é o próximo, e está vindo, espere por Ele mesmo que isto venha lhe custar à sua própria vida.

Oriente-se.

Março de 2013 ⇔ 2022

Por:Cornelio A.Dias

Março de 2013. 2022

 https://www.dailymotion.com/video/x6e2rcw

 https://www.dailymotion.com/oportaldateologia

Pré-tribulação

O futuro do mundo

Nas Mãos Do Governo

Documentário 

Aqui

Pré-tribulação

Aqui

Abra esta Porta de Meditação, Louvor e Oração,

 

 

Clique aqui em:

 

 

Bíblia Online e Seleção de Louvores

 

TAU_ORIGINAL_PORTAL.png  

 

 

 

IMAGEM TEXTO