Translate this Page
Arrebatamento
Você acha que o Arrebatamento da Igreja será:
No meio da Tribulação
Depois da Tribulação?
Durante a Tribulação
Antes da Tribulação?
Não sei responder!
Ver Resultados


Rating: 2.1/5 (361 votos)




ONLINE
3




Partilhe este Site...





O Portal da Teologia 

Indice Mapa do Site Avançado
Busca O Portal

 Ychzek'el [Ezequiel] 9.3-4

O PORTAL DA TEOLOGIA

A marca de Cristo. 

3. Então a Glória do Deus de Yisra'el começou a se levantar sobre o keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa. Ele chamou o homem vestido com roupas de linho, o qual tinha equipamento de escribas em sua cintura

4. Adonai lhe disse: "Vá por toda a cidade, através de toda a Yerushalayim, e ponha uma marca em sua testa como a de um homem [Cristo] que está suspirando e chorando por todas as práticas odiosas que estão sendo cometidas ali".  

 Atenção: O Arrebatamento da Irmã Vilma - Assista aqui em [Vídeos e Nova Era] Cuidado com a sua Alma! 

 

Graça e Paz em Cristo → A todos os Leitores → Sejam bem vindos → No nome de Jesus!  Comentem os artigos → Iniciem discussões sobre os temas → O Moderador. 06.04.2014 

 
OPorTAU.png

Atualize o seu navegador - novo domínio 

http://www.oportaldateologia.org/ 

O Portal:

 

 

oportal@oportaldateologia.org 

cliqueimagem 

OPorTAU.png 

Pedido de Oração  

 

Por Gospel+ - Biblia Online

 

 

 


O Portal da Teologia autoriza a republicação de todos os artigos do site na íntegra, desde que cite a fonte de origem.  


O que é realmente a morte?
O que é realmente a morte?

O que a Bíblia diz sobre a morte? 

sir mortus

 

 

Não é bem simples simples assim explicar, nem tão fácil definir, a morte é um evento além dos limites do conhecimento humano e somente podemos tentar defini-la após uma exaustiva tentativa da sua compreensão com base nos textos Bíblicos; e isto é possível graças aos relatos que nos indicam como é que este fenômeno é uma realidade inevitável

• Rm. 6 • 23  •  Porque o salário do pecado é a Morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo   Jesus nosso Senhor. 

O conhecimento empírico define morte pelo termo originado [do latim “mors”] em junção com outro termo também [do latim “obitu”] como: óbito ou falecimento [falecer + mento] ou passamento [passar + mento], ou ainda desencarne [deixar a carne ou o abandono da carne pelo espírito]; que são termos que podem referir-se tanto ao cessamento permanente das atividades biológicas necessárias à manutenção da vida de um organismo, quanto ao estado futuro desse organismo vivo depois deste evento.

Podemos dizer que é o fim da existência de qualquer ser vivo? Cientificamente sim. Também podemos dizer que é a separação do mundo dos vivos pelos que morrem, além de inúmeras outras teorias e pensamentos filosóficos.

Acontece que ocorreu algo de muito estranho e este foi relatado, hoje conhecido por todos, através de uma declaração não foi feita pelo homem, mas sim, por aquele que despertou esta curiosidade na humanidade; que se encontra escrito no mais antigo Livro de História, conhecido pelo nome de: Bíblia Sagrada.

A razão é a coadjuvante da Fé, a primeira é cega sem a visão da outra, seja através da indução ou da dedução, a investigação sobre *algo [não empírico] somente é possível se realizar, partindo da sua concepção final para inicio, divergindo do método formal; por isto, a sabedoria, ela é e começa a partir da conclusão de que tudo o que não se pode provar a sua origem, sabendo-se, mesmo que não admitindo que ele exista; isto significa que este algo é superior à própria prova e sobre aquele que pretende lo provar, ou seja, é superior ao próprio homem.

E desta forma sendo*ele, produzido por uma inteligência superior que não se pode escrutar bem como sondar; este é algo oculto, e em alguns caos não está encoberto, e se este algo em questão for à morte, ele, [*algo] é real, portanto não necessita provar que ele é ou existe.

Para quem acredita em evolucionismo, ou em big-bangs, estas são teoria vaga e sem fundamento, porém mesmo assim, todo o ser humano sabe que no fundo; existe algo ou alguma força motora que gerou tudo a partir do nada; e que este a mantém na sua justa forma; porque se caso contrário fosse, o caos já teria desestabilizado a ordem de como os fatores se comportam no cosmo.

Este princípio aponta para uma direção totalmente oposta ao da concepção humana, de que o mundo dos vivos subentende ser este planeta terra, enquanto que o mundo dos mortos não existe porque nunca será possível provar a sua existência.

Da mesma formas as teorias das origens tentam veementemente provar que são? Justamente por não serem! É o barro querendo questionar a criação do oleiro.

Quem é este que determina o tempo de nascer e o tempo de morrer, e que predomina sobre o próprio tempo?

Outra vez afirmo que desde o maior cético ao menor crente, todos tem uma centelha em comum que lho faz pensar que a morte não é bem o fim de tudo, mas sim, que há uma continuação em algum outro lugar; e a realidade desta ser real causa pânico na mente de todos, não do ato em si, o da morte do corpo, mas, o fato de morrer, suspeitando-se de que o inusitado desconhecido está inevitavelmente pronto para acontecer a partir do inicio deste evento.

Prova disto é o medo inconsciente da morte pela maioria dos seres humanos, salvo exceção; esta na qual me incluo entre outros tais como.

Este medo é a prova de que todos sabem, embora não seja capaz de admitir para se preservar do - sofrer por antecipação - preferindo deixar a sensação e o sentimento aflorar a partir do inicio do fatídico evento.

Então agora eu posso ir à fonte e mostrar que ela é verdadeira e por que não há nada que afirme veementemente que onde colocamos um [.] ponto final, na realidade deveríamos ao certo colocar um ponto e vírgula [;] seguido por reticências [...], isto sim é a definição metafórica do que é a morte na realidade.

Portanto, uma vez que o homem foi gerado, não é possível retornar ao estado anterior a este, sendo assim, ele vai nesta ou em outra dimensão; sempre existir. 

A verdadeira “Ciência”, [princípio], ou seja, a fonte da origem do conhecimento e do saber [razão e fé], não a ciência empírica, esta a referida em destaque que subsiste em si, revelou e o seu relato consta no único Livro de História da humanidade, a Bíblia; ela definiu a origem da morte de maneira que todos unanimemente tremem diante da maneira como ela prova que; a morte, ainda é o inicio de um evento eterno, cujo, provoca pânico pelo fato de que, dele ninguém pode se livrar.

Veja: No livro de Gênesis encontramos pela primeira vez o registro do conceito e do termo morte.

Deus diz a Adão para não comer o fruto de certa árvore chamada de conhecimento do bem e do mal, porque se comesse cometeria um pecado que certamente lhe levaria a morte.

O que fez ele?  Ele rebelou e comeu e a consequência da desobediência desencadeou o processo da morte naquele mesmo dia em que cometeu o erro primeiro. “Gênesis 2. 17”.

Deus chamou aquele primeiro erro de “pecado” e cumpriu a risca o que havia prometido sobre a consequência de uma possível quebra da aliança feita com o homem, e por conta do pecado, pela culpa do erro do casal original, Ele expulsou-os do Jardim do Éden ‘Gênesis 3. 23 - 24’.

Adão ainda viveu por 930 anos, mas, ele começou a morrer gradativamente com a sua companheira no dia em que O Criador se afastou deles; ou seja, eles viveram separados de Deus.Neste

contexto a morte foi espiritual e a sua causa foi à separação entre eles e Deus ativando a morte física.

Quando o homem comeu o fruto proibido imediatamente àquela fruta transmitiu para o corpo do homem o “verme cadavérico“ ou o “bicho da morte” e mesmo assim o homem nunca parou para pensar neste instrumento de castigo. 

O que é esta larva ou bicho? Bom, sabemos que quando o corpo morre ele ativa uma larva incubada no organismo e em poucos dias ela devora o cadáver, e se observares o resultado final verás que não verá as larvas sobre os ossos, após elas destruírem o corpo elas também se destroem. 

Mas este processo metabólico é ainda mais interessante, mas, isto agora vai depender do seu nível de espiritualidade, experiência e intimidade com Deus através da Bíblia e via fé, para crer que este “verme cadavérico“; semelhante àquele helminto que devora inclusive corpo dos animais, que se degenera após tê-lo devorado, este bicho ele é o mesmo que devora o corpo desencarnado [no formato de alma] em prisão no inferno!

E se não bastasse isto ele irá continuar a devorar o corpo daqueles que não forem transformados na primeira ressurreição. Se não bastasse isto, o corpo sentirá dores lancinantes causadas por aquele bicho que comerá o corpo após a alma retornar para ele, tornando o vivo novamente, sensação parecida com a dor causada pelos tumores cancerígenos numa pessoa ainda fisicamente viva!

Para quem ainda não consegue mentalizar a cena da maneira que estou descrevendo, observe o grifo na referencia Bíblica abaixo:

• Mc. 6 • 43  • E se a tua mão te fizer tropeçar, corta-a; melhor é entrares na vida aleijado, do que, tendo duas mãos, ires para o inferno, para o fogo que nunca se apaga.

• 44 • [onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga.] 

• 45 • Ou, se o teu pé te fizer tropeçar, corta-o; melhor é entrares coxo na vida, do que, tendo dois pés, seres lançado no inferno

• 46 • [onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga.].  

• 47 • Ou, se o teu olho te fizer tropeçar, lança-o fora; melhor é entrares no reino de Deus com um só olho, do que, tendo dois olhos, seres lançado no inferno. 

• 48 • onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga.

• 49 • Porque cada um será salgado com fogo.                                                

Este verme é o típico devorador de matérias orgânicas apodrecidas, ele não esta restrito apenas a matéria composta por carne; e como a Bíblia nos diz acima, e como isto já foi comprovado, através do arrebatamento de pessoas em espírito ao inferno, esta é a primeira imagem que o Anjo do Senhor, lhe mostra, a de cadáveres vivos sendo devorado incessantemente por vermes sem ao menos lhe consumir totalmente, leia a referência Bíblica abaixo:

• Is. 66 • 24  •  E sairão, e verão os cadáveres dos homens que transgrediram contra mim; porque o seu verme nunca morrerá, nem o seu fogo se apagará; e eles serão um horror para toda a carne

Em outros textos Bíblicos lemos sobre este verme sendo mencionado no sentido de devorar algo estragado, como foi o caso do maná no deserto, que não podia ser armazenado. Na referencia abaixo grifado lemos a menção de uma segunda morte:

• Ap. 21 • 8  • Apocalipse cap. 21 • 8 Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte. 

Este é o verdadeiro símbolo da morte; o verme cadavérico ou o bicho da morte como acima mencionado, o verme consome o corpo na primeira morte enquanto que o bicho continua o processo de destruição no corpo já desprovido do Espírito [alma cadáver], sendo que neste segundo estágio, nem o bicho e nem o corpo hospedeiro são consumidos; e isto permanecerá pelo tempo determinado por Deus para a segunda ressurreição e julgamento final, quando, definitivamente, o corpo cadavérico e alma serão unidos novamente; e transferidos do inferno para o lago de fogo e enxofre, [compartimento único e exclusivo para o destino final do homem] que [...] será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte; onde irá existir eternamente. 

A partir de então o corpo&alma cadavéricos e mutilados nunca será consumido pelo bicho e pelas chamas incandescentes do lago de fogo, não haverá refrigério, serão eternamente assistido por Deus e pelos Anjos.

Mas, não obstante a isto, a sua mente lhe torturará continuamente, porque todas as suas lembranças continuarão vivas, desde a primeira infância ate o dia em que a vida lhe foi ceifada.  

*Todas as memórias estarão à tona e isto lhe será ainda mais doloroso e torturante, porque se lembrará de e até irá citar trechos deste estudo, deste dia e hora que está lendo; porém, nada e nem ninguém poderá fazer alguma coisa para que a sua mente esqueça este momento, em que a oportunidade de agarrar a chance da vida eterna esteve em suas mãos, mas deixastes escapar; e o pior de tudo, você esteve sentado no banco da sua igreja a vida inteira, mas, não acreditou que seria real, agora é só angústia, pranto, e a dor de estar sendo continuamente devorado por um bicho faminto e voraz, que pena, você preferiu seguir o seu pastor e não a Cristo, agora, só lamento!*

Recentemente um pseudo-representante da igreja na terra, esta autoridade religiosa do mundo, afirmou recentemente que a “igreja” já não reconhece o inferno como um lugar tenebroso reservado para o castigo eterno, após reinterpretar os textos Bíblicos referentes ao assunto; visto que a conclusão que chegaram após analisar os textos da Bíblia, concluíram que o inferno ou lago de fogo; distintos entre si são metáforas usadas para ilustrar o sofrimento sofrido na vida física nesta dimensão, pelas agruras: [padecimento físico ou espiritual] provocado pelo homem ao seu semelhante.

 Isto soou como alívio para muitos que preferem uma boa mentira ante a uma verdade ruim, tudo por conta da Bíblia ser toda uma metáfora, logo Deus também será, alias, já está sendo, hoje se prega que você é aquilo que quiser ser, ou seja, você pode determinar como a ordem das coisas devem se apresentar para seu próprio beneficio.

A terrível destruidora de sonhos, a palavra de Deus, registrou a experiência impetrada ao primeiro homem e revelou a existência de um mundo dos vivos que não é ainda este, e os fatores subsequentes a estes atestam a veracidade desta consequência; todo o ser humano estremece diante da realidade de enfrentar a própria morte.

A consequência da experiência obtida por Adão ajuda nos entender que é possível estar fisicamente vivo enquanto que morto espiritualmente; leia aos Efésios 2.1- 6.

A razão que justifica esta morte espiritual é justamente a separação eterna entre o homem e Deus é ela explicita que este, ainda não é o mundo dos vivos; ele apenas é um habitat temporal transitório para um mundo atemporal e infinito onde definitivamente habitarão os vivos e entre eles, o seu próprio Rei Eterno, o Filho de Deus.      

*A morte é o resultado e a consequência do nosso próprio pecado:

Observe o que o profeta diz sobre o que separa o homem de Deus, e foi justamente o que aconteceu no Jardim quando a criatura perdeu definitivamente o contato pessoal com o Criador por conta de um erro simplório.

• Is. 59 • 1  •  Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para que não possa ouvir;        

• 2  • ,mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça.

Ao falecer, o corpo é acometido apenas pela morte física, que também é uma separação; porque quando o corpo está separado do espírito, ele está hipoteticamente morto; Tiago 2. 26; Eclesiastes 12. 7; diz-se que, isto é o que ocorre no fim da vida física: "O pó volte a terra, como o era, e o espírito a Deus, que o deu".

Esta é a verdade ruim, porque, se terminasse assim, Cristo não teria nascido destinado a morrer para salvar o homem do trágico futuro, porém este princípio não vai dar cabo à existência humana, mas sim, o inicio do evento da primeira morte.

Portanto que a morte é a paga da praga que rogamos contra nós por conta da nossa incredulidade.

É importante frisar que todos nós pagamos e ou recebemos por tudo que adquirimos e negociamos; Deus, Ele é o mentor deste processo de negociação embora tudo que é Dele foi criado por Ele e para Ele, e isto tudo ocorreu por ocasião da morte do homem; vejamos que Ele ofereceu o seu único Filho em troca do resgate do que havia perdido por ocasião do pecado; o homem; a sua imagem e criatura, da mesma forma foi com Cristo que deu a própria vida para receber do Pai todos aqueles que haviam se perdido para a morte.

Foi uma perfeita operação de resgate, e partir de então, aquele que estava condenado à morte teve uma sursis, após Deus ter aplicado esta atenuante à lei da troca pela paga, para o homem recuperar o que era seu por herança; a vida eterna.

A partir de então, o velho e oportunista inimigo de Deus e dos homens, queixando ser prejudicado por ser expulso do céu, criou uma fórmula falsa para se sentir justiçado; por reclamar para si, algo que nunca foi seu por adoção ou doação, o homem e a sua alma.

Por ter pecado e sido destituído da glória de Deus, satanás muito astuto outorgou para si o direito de propriedade da alma do homem por julgar ser o autor do pecado; do mundo por saber que ele foi criado para o homem, mas, este tendo pecado perdeu o direito; sabedor de que o preço atribuído por Deus ao homem seria a morte como recompensa pelo pecado. 

• Rm. 6 • 23  •  Porque o salário do pecado é a Morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo   Jesus nosso Senhor.

Sabendo disto ardilosamente o inimigo de Deus armou a mais astuta mentira, cuja; tem tido grande aceitação, e muitos, mesmo entre os que já conhecem a verdade; usam os artifícios desta mentira para justificar e recusar admitir o seu constante estado de pecado diante de Deus; esta farsa consiste em afirmar que ora, Cristo tendo oferecido a sua própria vida para pagar o pecado cometido pelo homem e que somente este sacrifício é suficiente para livrá-lo da morte; ainda não satisfeito ainda criou uma grande confusão sobre como de aplica à questão do livre-arbítrio e da predestinação; e assim ele vem obtendo grande êxito conseguindo arrebatar para a morte grande número de pessoas. 

*O que tudo isto quer dizer? O deus deste mundo, simplesmente vem denunciando que Deus é amor, e por ser, não faz acepção de ninguém, portanto, não há livre arbítrio ou predestinação; ou seja, não há um grupo de pessoas ”escolhidas”, e outro grupo que são os “chamados”, mas, estes deverão justificar-se para herdar a salvação, da morte. Não vou entrar neste mérito, o dos: ”escolhidos”, e dos apenas “chamados”, porque ele já foi tratado em estudo especifico.

O que tudo isto tem haver com a morte? Tudo.

Temos a sentença de morte e o benemérito do desfalecimento, quem morre falece a primeira vez para aguardar a morte final, este é o falecimento, já o desfalecimento é a perda momentânea da propriedade do corpo e das forças físicas; por um breve tempo de descanso e aconchego, a fim de retornar com um corpo revestido da imortalidade perpetua e perfeito, este é aquele que herda a vida eterna.

Isto tem que ser decido aqui nesta plataforma secular, e requer uma decisão, uma escolha, por uma das opções, a porta estreita das restrições ou o caminho largo da perdição; neste ultimo é que está os melhores prazeres que o mundo pode oferecer ou trocar pela sua alma, se não for um dos escolhidos.

Para descomplicar, isto quer dizer, que: se você é escolhido é porque foi predestinado, sendo assim, nada depende da sua interação.

Quantos aos apenas chamados, estes poderão optar e decidir o que lhe é melhor ou lhe favorece nesta vida, e se para conseguir tudo tiver que barganhar ou negociar a sua alma, isto lhe será permitido; ele poderá fazer, mas, como paga por tudo que adquirir neste plano secular, no eterno ele estará morto para Deus, pois terá que pagar com a própria alma por tudo que obteve porem continuará existindo para sempre, só que sofrendo as consequências de ter escolhido o caminho da condenação eterna em troca das riquezas do mundo.

Neste parágrafo anterior você pode tudo, porque nada é pecado, e que há existe para seu usufruto, e neste pacote inclui tudo o que é abominável aos olhos de Deus, mas, não há nada que um texto Bíblico não possa justificar atos e hábitos.

Nos dias atuais vemos muitos dos nossos irmãos usando esta tática para justificar ter voltado a algumas antigas e abolidas práticas de costumes e hábitos da fase em que viveu no domínio do pecado; mas, que na verdade ele nunca aboliu definitivamente do seu coração, apenas deixou de praticar explicitamente, porém nunca deixou de desejar, e desta feita ele se rende ao desejo, e volta a elas para satisfazer aos anseios adormecidos da carne, porém, sem nunca ter mortificado e erradicado o pecado do prazer da carne.

O Mea culpa foi apenas um subterfúgio para redimir-se da aparência externa da culpa, para pode afirmar que o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor conforme o trecho Bíblico acima citado, mas, recusam negligenciar a pratica dos erros ocultos admitindo que o salário do pecado seja a morte conforme rege a mesma palavra. 

Se já é conhecedor da verdade, porque a verdade ainda não o libertou? • Jo. 8 • 32  •  e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

Admite que Cristo realmente deu a sua própria vida pagando o alto preço do pecado homem resgatando-o da morte; mas, recusam veementemente aceitar que este sacrifício foi feito para restaurar o homem do pecado por consequência da desobediência do primeiro casal; mas, para que o sacrifício de Cristo tenha o seu efeito pleno e consumado, ainda é necessário que cada um busque a santificação, renunciando aos costumes de vida que dantes lhes eram normais, para uma vida diferenciada das dos que ainda não conhecem a Deus.

Libertando-se das antigas abominações.

Cristo reconciliou com Deus o homem, cuja relação foi rompida pelo pecado, cujo, gerou a sua sentença de morte, esta sentença não foi anulada, ela continua a ter os seus efeitos, porém, para que a humanidade toda se perca pelo erro de um; Deus formou este pacto com sangue do seu filho no sacrifício sumo, mas, não redime os pecados que eu vier a praticar.

Antes não havia mais salvação para todos por culpa do erro do primeiro homem; hoje, isto foi melhorado, os pecados passaram a ser individualizados, todos responderão pelos seus atos, e isto só foi possível, mediante a morte de Cristo.

Não vamos cair na lábia do diabo, de que Cristo morreu por mim estou salvo, porque não é nada disto, se o primeiro homem errou, ele responderá pelo seus atos assim como eu ou qualquer um, as sentenças são individuais e não coletiva como foi no principio.

Se a morte antes era para todos, hoje ela afeta pessoalmente cada homem, portanto, ele é que tem por dever pessoal buscar o direito de ser agraciado com a vida eterna com Deus.Um exemplo clássico e visível disto é os irmãos conhecedores da palavra de Deus vivem de maneira semelhante à daquele que não conhece a Deus, e dizem ser salvo e liberto por Cristo por Tê-lo aceitado como seu salvador, batizado nas águas, e, portanto estão salvas e somente aguardando o chamado de Deus para herdar a vida eterna com Cristo.

Se a Palavra de Deus diz: Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor; Hebreus 12. 14, como pode alguém afirmar que é um cristão liberto do pecado, se nas suas vidas cotidiana todas as práticas dos hábitos e atos, são comuns aos das pessoas ainda não cristãs?

Porventura se Cristo vier buscar a sua igreja; e neste exato momento você sendo cristão está em um estádio assistindo o seu time jogar, Cristo irá arrebatá-lo apenas você e vai deixar de levar aqueles que estão do seu lado na mesma condição que você?

Só porque você tem o titulo de cristão batizado e o outro ainda não ou ele é de alguma religião que não confessa a mesma fé que você?

Da mesma forma, porém numa condição diferente, você está na sua sala assistindo algum big brother qualquer, mas, você é cristão, e o seu vizinho, que nem sequer tem um a aparelho, mas, ele não é batizado, você vai encontrar com Cristo e ele fica porque está em pecado?   

*Ora, pois, se é pecado para ele, porque não para mim ou para você?

Se for assim que julga ser correto, já está morto e a palavra de Deus será testemunha contra ti no julgamento, portanto, porque ficar perdendo tempo se fazendo passar por um cristão, apenas por ter sido batizado, se na pratica da vida real, não é; diante de Deus que tudo vê?

Se eu posso assistir futebol obvio que também pode jogar; daí fumar embriagar-se, mentir e fazer outras coisas dá no mesmo!

Mas, você está salvo por aceitou a Cristo o amigo do lado não! Que mentira mais descabida! Sendo assim, então Cristo é parcial e conivente com erros de uma parcela de cristãos?

No final aquele que buscou a santificação vai estar lado a lado com aquele que nunca se privou de pecar?

Se estes questionamentos acima forem genuínos então não precisamos resistir às doutrinas e práticas que não são baseadas na Bíblia, incluindo:

A ideia de que a existência termina com a morte. A ideia de que podemos tentar comunicar-nos com os mortos. A doutrina de que as pessoas passarão pelo purgatório antes de entrar no céu. A doutrina da reencarnação.

O correto entendimento do ensinamento Bíblico sobre a morte tem aplicação prática em nossas vidas seculares, envolvendo todo o conjunto dos nos hábitos e atos.

Certo é que devemos viver de acordo com os ensinamentos da Bíblia, de modo que estejamos sempre preparados para encontrarmos Jesus. “Mateus” 24. 42 - 44; “2 Pedro” 3. 10 - 13.

Vamos tentar ser honesto conosco mesmo; partindo do principio que se amamos o mundo, aborrecemos a Deus, e se aborrecemos a Deus estamos em desobediência, e nesta condição estamos em pecado e ora em pecado não herdaremos a vida eterna com Cristo. Portanto já estamos mortos, embora o corpo ainda esteja vivo. 

Não sejamos hipócritas: 

• Ap. 3 • 15  •  Apocalipse 3: 15 diz: Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; Oxalá foras frio ou quente!

• 16  • Assim, porque és morno, e não és quente nem frio, vomitar-te-ei da minha boca. 

Vamos rever os nossos conceitos cristãos! Se é que sinceramente somos. Reflitamos!

Quero para finalizar destacar que além da morte como a transição física para a et passagem para eternidade da vida ou para a condenação eterna do corpo e alma, a Bíblia revela a existência de um ser espiritual cujo nome é Morte.

Este ser tem a incumbência de ceifar um quarto da terra

O Quarto Selo: Morte

Apocalipse 6:
7 E, quando o Cordeiro abriu o quarto selo, ouvi a voz do quarto ser vivo dizer: "Venha!"

 

 8 Então olhei vi um cavalo pálidonome do seu piloto "cavaleiro" era Death, "Morte" e Hades "Inferno" seguiu logo atrás. eles foram dadas autoridade sobre um quarto da terra, para matar pela espada, pela fome, pela peste, pelas feras da terra.

http://biblehub.com/revelation/6-8.htm

 Este capítulo 6 de Apocalipse é desconhecido da Igreja e quase não é mencionado nas tribunas, bem como todo o Livro em si devido a complexidade de interpretação das revelações, poucos são os que arriscam elaborar uma hermenêutica sobre as profecias deste livro.

Isto me preocupa porque dentro da igreja há muitos que serão enganados por culpa da igreja parcialmente cega, surda e totalmente muda!

 

Revisão 01/01/2015

 

 

       Em Cristo.

Revisão Julho 2016

Shalon.

Por Cornelio A.Dias  

 

"Feito perfeito, é imperfeito; como criação, o meu eu; natureza humana! C. A. Dias.

 

 

 

 

Licença Creative Commons

O que é o: “Pecado”? Qual é a sua Origem?: do Teologo Cornelio A.Dias está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Não Comercial - Sem Derivações 4.0 Internacional. Baseado no trabalho disponível em http://oportaldateologia.org/o-que-e-realmente-a-morte. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em oportal@oportaldateologia.org.

newline oportal

 

Editoriais

As taças da ira de Deus  estão prestes a se derramarem sobre a terra! 

Quero fazer um breve relato sobre esta chamada em "Flash”, visto que não vejo a necessidade de escrever um artigo específico sobre o título, bem como também não vou citar referências bíblicas que corrobore com este assunto.

 

Os elementos ardendo  

em breve se fundirão!

Cuidado!

Um corpo terrestre, 

se chocará contra a terra e 

causará repentina destruição. 

 

Leia Mais imagem

 

A falsa doutrina do pré-tribulacionismo  

Qual biblicamente é a mais viável para você? A Meso-tribulação [Arrebatamento no meio da tribulação] ou a Pós-tribulação? [Arrebatamento depois da tribulação] Em qual delas acontecerá o Arrebatamento da Igreja! Será antes da tribulação? Reflita! Leia Mais  imagem

 

 

  Reflexão do O Portal

         2013

O oitavo Rei foi eleito.

A besta que era e já não é, é também o  oitavo rei, e é dos sete, e vai-se para a perdição Apocalipse cap. 17 - 11.

E o sangue de muitos inocentes ainda haverá de ser derramado.              

Guerreiros feridos são condecorados com Láureas de sangue.

Os soldados do Exército do Rei dos Reis, porém herdarão uma coroa de ouro, e a vida eterna.

A Nova Ordem Mundial está chegando e virá para cumprir o seu dever a rigor.

Quem quiser se livrar dela terá que aceitar a sua marca. 6 6 6 em troca da sua alma.

Revelação 13. 1 – Vi uma besta que saia do mar, [...] 2 [...] O dragão lhe deu seu poder, seu trono e grande autoridade.

4. Eles adorarão o dragão, porque dera a sua autoridade à besta [...] 7. Foi-lhe dado poder para guerrear contra o povo santo de Deus e derrotá-los.

10. “Se alguém há de ir para o cativeiro, para o cativeiro irá! Se alguém há de ser morto à espada, morto à espada haverá de ser!”

Yeshua.

 O ultimo, o Rei dos reis é o próximo, e está vindo, espere por Ele mesmo que  isto lhe custar a própria vida.

"Permaneça fiel até a morte, e Eu lhe darei a Vida como Coroa. Revelação 2.10.

Yeshua".

 

Leia o Artigo: O sétimo milênio e o fim da humanidade.

Oriente-se.

 

Por: Cornelio A.Dias

Março de 2013.

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 TAUEZEQ94_tsp.png

 

 

 

  Ler um   é:

Armazenar Informações;

Desenvolver a Intelectualidade;

Ampliar os Horizontes;

Compreender o Mundo;

Comunicar-se com o Próximo;

Escrever Corretamente;

Relacionar-se melhor com o Outro!

 Ler uma  é:

Armazenar Ensinamentos;

Desenvolver o Conhecimento;

Ampliar a Espiritualidade;

Compreender a DOUTRINA;

Comunicar-se com JESUS

Escrever a VERDADE;

Relacionar-se melhor com DEUS. 

IMAGEM TEXTO

Ore conosco ao som de belos louvores;

Chore aos pés feridos do Pai!

A tristeza logo passa, não demora.

Ele vos envolve e vos consola, 

Em seus braços, faz-vos descansar.

O Portal

Abra esta Porta de Meditação, Louvor e Oração,

clique aqui em:

Bíblia Online e Seleção de Louvores

e deixa Deus falar ao seu coração!

IMAGEM TEXTO

  

TAU_ORIGINAL_PORTAL.png

 

 

 Leia Mais imagem 


Com: Paz seja convosco
Graça e Paz
A Paz do Senhor
Paz da parte... do Senhor
Paz de Deus
Shalom
Shalom Adonai
Bom dia; Boa Tarde; Boa Noite Irmão
Nenhuma da anteriores

Feedjit

 

Download

Descrição:

Bíblia Sagrada Digital

MediaFire – Down

 Jogo Show do Cristão

MediaFire – Down

Biblia Sagrada + jogo show do cristão + caminho estreito

MEGA – Down 

topo