Translate this Page

Rating: 2.1/5 (989 votos)




ONLINE
3




Partilhe esta Página





O Portal da Teologia 

Indice Mapa do Site Avançado
Busca O Portal

 Ychzek'el [Ezequiel] 9.3-4

O PORTAL DA TEOLOGIA

A marca de Cristo. 

3. Então a Glória do Deus de Yisra'el começou a se levantar sobre o keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa. Ele chamou o homem vestido com roupas de linho, o qual tinha equipamento de escribas em sua cintura

4. Adonai lhe disse: "Vá por toda a cidade, através de toda a Yerushalayim, e ponha uma marca em sua testa como a de um homem [Cristo] que está suspirando e chorando por todas as práticas odiosas que estão sendo cometidas ali".  

 Atenção: O Arrebatamento da Irmã Vilma - Assista aqui em [Vídeos e Nova Era] Cuidado com a sua Alma! 

 

Graça e Paz em Cristo → A todos os Leitores → Sejam bem vindos → No nome de Jesus!  Comentem os artigos → Iniciem discussões sobre os temas → O Moderador. 06.04.2014 

 

OPorTAU.png 

Pedido de Oração  

 

oportal@oportaldateologia.orgimagem

 
Email:
oportal@oportaldateologia.org

 https://www.facebook.com/ThePortalOfTheology

 

O Portal da Teologia autoriza a republicação de todos os artigos do site na íntegra, desde que cite a fonte de origem.  


Três Enigmas nas três Crucificações?
Três Enigmas nas três Crucificações?

Três Enigmas nas três Crucificações? 

 

Cornelio A.Dias

 20:53:01-10:06:18

 

Aquele cenário épico ainda continua perpassar pelas imaginações da mente humana. Três cruzes fincadas no chão, um martírio, três sentenças e um final; o corpo e a morte em três enigmas representados nas três crucificações; uma epopéia narrada com sangue; sobre a vida, a morte e o destino do homem!

Está diante do nosso olhar um emblema incompreensível, mas, passível de se sentir através da alma, quando o nosso corpo emite sinais magnéticos que são captados pela nossa mente, de que em dois dos três enigmas representados naquelas cruzes, um deles somos nós e eu pergunto: qual deles sou eu?

Se a vida é o inicio e a morte o fim do nosso destino representado em duas cruzes, porque havia três? Simples de explicar: três homens condenados a morte! Difícil de entender? Não.

Muitos são os que acreditam que o destino do homem é morrer um dia, mas, eu asseguro que não, porque o destino não é o fim e nem um período existencial e sim uma fase da humanidade do corpo em que temos objetivos a desenvolver para determinados fins; sendo alguns conforme os nossos próprios desígnios enquanto que outros não!

Se assim não fosse assim não haveria uma lógica racional para existirmos!

Não haveria motivação nem propósitos e metas a se alcançar, portanto, sem aspirações e ideais.

Alguém um dia na vida já disse: eu não pedi pra nascer.

Esta concepção pode ser um devaneio casual, pois sabemos que lutamos contra outros milhões de “eus” dantes gametas microscópicos que numa corrida desenfreada para viver vencemos.

Somos um entre dentre aqueles, e fomos o gameta vencedor; isto prova que não nascemos por acaso ou contra a nossa vontade, lutamos por isto contra os mais fracos e nos tornarmos humanos.

A luta pela vida não pode ser recompensada pela morte, então a morte não é o fim, por isto lutamos contra ela até morrer ao nascer, mas, morreremos e isto também foi enigmático; ou seja, uma coisa inexplicável; um mistério; já não mais é!

Veremos. Desde a mais tenra idade começamos assimilar que um dia será o nosso ultimo, e então não mais “existiremos”; este é um processo natural e assim crescemos e vivemos sem esta consciência de culpa, e por isto lutamos para o dia de hoje sempre seja melhor que o amanhã até que ele nos surpreenda.

Este dia também é um, mas, não os enigmas daquelas três cruzes e os seus crucificados. Enfim morreremos.

Esta palavra que ousamos não dizer foi dita ainda no começo da vida humana, conforme registra a Bíblia Sagrada: GÊNESIS (cap. 47)• 15 Quando se acabou o dinheiro na terra do Egito, e na terra de Canaã, vieram todos os egípcios a José, dizendo: Dá-nos pão; por que morreremos na tua presença? porquanto o dinheiro nos falta.

No verso acima vemos duas das três principais preocupações humanas; pão e dinheiro. Elas permanecem até os dias de hoje, por isto buscamos inconscientemente obter lhas para vivermos; mas, enfim elas acabam e morremos.

Esta realidade também está compreensivelmente representada nas três cruzes, todo o ser humano é idealista e pelo seu ideal luta até a morte lhe vencer e isto ocorreu naquele dia enigmático da história da existência humana.

Vamos analisar se são três os enigmas nas três crucificações e em se tornando compreensível algumas delas, ou seja, e em se tornando compreensíveis as atitudes, ações e sentimentos e raciocínios lógicos explícitos dos crucificados elas deixarão de ser indecifráveis, portanto não mais se caracterizam como enigmáticas.

Certo é que nunca se sabe aquilo que as pessoas sentem ou pensam sem antes elas expressarem e mesmo assim não devemos julga lhas com certeza antes que se prove a sua veracidade.

Bem, na primeira cruz a que estava posicionada ao centro das demais, tínhamos um homem crucificado depois de ter sido julgado e condenado assim como o da segunda à direita e o terceiro à esquerda.

Quem estava na primeira cruz era Jesus Cristo o Filho de Deus para nós os cristãos e alguns outros que também assim crê, não é consenso geral. Aquele que estava na segunda cruz bem como o que estava na terceira e a esquerda de Jesus Cristo eram:

Segundo o Evangelho de Nicodemus um Livro apócrifo por não ser reconhecido como evangelho canônico, Dimas e Gestas, eram dois malfeitores e ladrões perigosos e atuavam nos desertos de passagem para o Egito.

Na abordagem dos dois ladrões Dimas os protegeu, pois havia um costume de nunca roubar, nem matar, crianças, velhos e mulheres. Assim, Dimas teria dado abrigo a Jesus e seus pais, José e Maria. Na cruz ao lado de Jesus recebeu a recompensa do perdão de suas culpas. Um daqueles ladrões que haviam sido crucificados disse-lhe assim: “Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo e a nós”. Mas, Dimas, em resposta, repreendeu-o dizendo: “Tu não temes a Deus, ainda que estejas na mesma condenação? E a nós, certamente, ela nos cabe bem, pois recebemos a recompensa justa pelas nossas obras; mas este não fez nada de mal”. E dizia: “Senhor, lembra-te de mim no teu reino”. E Jesus disse-lhe: “Em verdade, em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso”.

Quanto à posição direita e esquerda dos crucificados também não há registros que atestem.

Os Três Enigmas nas três Crucificações referem se definição de algo que possa justificar pelas qualidades e ou particularidades, Jesus Cristo; Dimas e Gestas, mas difícil de entender aqueles homens cujas atitudes e sentimentos são indecifráveis.

Sabemos que todos os três crucificados estavam imbuídos de sentimentos distintos, e talvez pavores e temores porque eram certas as suas mortes; que entremeio a dor e o sofrimento acoitava lhes as suas mentes!

Ali estava a representação real do significado de “destino”, isto é nasceram e seguiram uma trajetória de vida executando atos e ofícios até que chegou aquele ultimo e fatídico dia, cujo não se pode desvencilhar da morte física.

Sabemos que há casos em que após ter morrido voltou a reviver, como por exemplo, Lázaro irmão de Maria e Marta Jo.11:1-44 além de outros ao longo da história que reviveram, mas, que por fim pela segunda vez sucumbiram definitivamente e assim permanecem.

Há quem ensina que eles ressuscitaram o que não é verdade, visto que apenas Jesus Cristo foi o único que ressuscitou e ao voltar da morte física teve seu corpo transformado num corpo glorificado e ascendido ao céu.

Voltando a Jesus Cristo sabemos que Ele antecipadamente sabia que nasceria em carne e osso, e que seria perseguido e morto, para que através da sua morte Ele reconciliar o homem a Deus dando lhe uma chance de ser defendido da sentença de morte irrevogável sancionada pelo Seu Pai por ocasião do pecado inicial no Jardim do Éden!

Cristo nunca foi 100% humano ao contrario do que afirma os teólogos; de que Ele era 100% tanto humano como Deus; visto que se assim fosse o seu corpo jamais poderia sucumbir à morte física; segundo que sendo Deus Ele teria que estar revestido sua glória da qual Deus lho despiu e em terceiro lugar; o corpo da mulher não poderia suportar gestar alguém com poder tal visto que o seu corpo não suportaria germinar no seu ventre um ser com tamanho poder!

Alem de muitas outras consequências que traria se Ele fosse Deus em sua plenitude habitando em meio aos mortais.

Há quem acredita nesta teoria do absurdo.

Se por enigma definimos como algo ou alguma coisa de difícil compreensão, difícil de definir ou de conhecer a fundo e aplicando este conceito a analise do sentimento e de tudo que transita pelo interior do corpo e da mente humana e dada a pressuposição de que Ele carregou sobre si as nossas dores conforme: Isaías 53 4 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.

Isaías 53:4 1. 1 Pedro 2:24 Ele levou pessoalmente todos os nossos pecados em ... levando ele mesmo os nossos pecados em seu corpo sobre o madeiro, [...] e sabendo que não era as nossas dores físicas cotidianas, mas, sim as enfermidades que afetam a nossa alma, como poderemos imaginar o que Ele sentia naquele momento de cruz além dos graves ferimentos submetidos pela tortura sofrida?

Nunca seremos capazes de sequer imaginar algo infinitamente distante daquilo que poderia estar passando na mente do Senhor!

É indecifrável, inimaginável e todos os conceitos sinônimos de sentir e pensar, que conhecemos!

Há de se ponderar que tudo o que Ele suportava era extensivos a nós que nascemos a mais de 2000 anos após o seu martírio.

Ele era, é e será a única personificação mais aprofundada que existir do conceito que o homem possa ser capaz de definir sobre: enigma.

Mesmo que Ele se dispusesse descrever de maneira mais simplificada a nossa mente não seria capaz de absorver o seu raciocínio sobre este sentimento que transitou pelo interior do seu corpo e mente ainda humano, no transe daquele suplicio!

Nenhum corpo humano consegue suportar intensa dor acima do limite do corpo por um determinado período, uma dor muito intensa pode causar uma descompensação chamada choque neurogênico e quando isto acontece à pessoa entre e óbito.

Soma se ainda a esta a dor, a doença das almas que os homens teriam que sentir pelo castigo prometido por Deus que ainda está em vigor!

Ai você me pergunta: mas, pelas suas pisaduras não fomos sarados?

Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Isaías 53:5 Sim e Não.

Veremos isto nos dois últimos enigmas.

Vamos mudar a ordem dos condenados apresentando o terceiro Gestas este que já era um caso totalmente distinto do primeiro, que era o nosso Senhor.

O único ponto em comum da sentença dele com a de Cristo foi de que também era o fim do seu destino, como falei sobre isto em outro estudo; o seu ultimo dia.

O suplicio era o mesmo, mas, a intensidade era menor, prova disto foi que os soldados tiveram que antecipar a morte dele visto que não era permitido ter um corpo crucificado no inicio da páscoa.

Partindo do principio já definido sobre enigma no caso de Jesus Cristo, este malfeitor não estava conformado com a sua sentença e provavelmente por não termos toda a fala dele registrada mesmo ciente dos seus atos praticados não aceitava a sentença de morte.

Este tinha os ânimos plenamente exaltados e por não ter como justificar os seus atos também dirigiu impropérios a Jesus Cristo assim como fazia alguns dos soldados, príncipes e o povo presentes naqueles martírios.

Ele também zombava de Cristo de Cristo conforme registra Lucas 23-4

Pela maneira como este crucificado se expressava é visivelmente notório que ele não acreditava que aquele homem que tinha sobre a sua cruz uma inscrição que dizia ser Ele era o Rei dos Judeus, ter feito muitos milagres antes de ser preso, mas, naquele momento estava ali sem poder sequer se defender!

Por isto ele zombava Dele para instiga Lho a descer da cruz salvando Si mesmo, a ele e ao seu companheiro malfeitor!

Denota se que ele tinha pleno conhecimento dos atos praticados por Jesus Cristo antes de ser condenado, por isto este ele agia daquela maneira; mais em favor de si mesmo do que dos próprios companheiros de cruz!

Muito provável é que ele sabia que aquele homem tinha um poder sobrenatural capaz de reverter àquela situação de fatal para uma casual.

Pelo que se sabe conforme os registros bíblicos ele também foi ferido gravemente entrando em óbito iminente.

Até onde sabemos ele era uma pessoa egoísta que estava mais preocupado consigo mesmo do que com os demais companheiros de cruz, e por isto lhe era conveniente conseguir se safar daquela condenação vivo.

Se visivelmente demonstrava se preocupado em não morrer naquele dia, nota se que ele poderia estar interessado apenas no que ainda poderia fazer caso pudesse continuar vivo, e pelo visto esta era a única questão de que sobreviver daquela cruz naquele dia era algo muito importante!

O não querer morrer não era pelo medo da morte em si, mas, provavelmente pelos prejuízos futuros que ele teria se a vida terminasse ali naquela tarde!

O que não é um enigma é o fato de ele estar representando a classe das pessoas materialistas que visam usufruir de tudo o que lhe for possível conquistar e gozar ao extremos os bens materiais desta vida secular.

Esta é a classe de pessoas que predomina no mundo desde a queda do homem no jardim e é quase dominante desde que humanidade existe; visto que o ego humano tem uma natureza forte e persistente e sempre está lutando contra nossa vontade a fim imperar sobre as nossas próprias decisões.

Quantas vezes somente depois que agimos é que vamos refletir sobre os nossos atos e somente após disso é que nos arrependemos dos nossos atos?

Pode ainda não estar perceptível na sua conduta humana, mas, pode ser que exista sim um enigma espiritual na sua vida! E qual será este enigma? Tente encontrar? Pergunte a sua alma; porque algo secular parece querer te afastar espiritualmente de Deus?   

É porque o ego humano tende superar até as nossas principais expectativas!

Se a manifestação dele não ainda é perceptível na sua vida secular é um sinal que existe um enigma espiritual em você! Pergunte: será? Tente descobrir. Diga: eu vou tentar encontrar!

A nossa carne por ser fraca está sempre em pleno conflito com o nosso espírito.

Se eu aprofundar mais acabarei dando uma dica daí ficará fácil!

Se você não medita mais sobre como está agindo no seu dia-a-dia, ou seja, se não tem mais um tempo para avaliar o seu próprio pensamento, e não sobra mais tempo para ouvir o que o seu coração está lhe dizendo; com certeza, há um enigma que em ti que você precisa descobrir!

Diferente do crucificado anterior era Dimas, um caso distinto também do primeiro; o nosso Senhor.

O único ponto deste malfeitor em comum com Cristo foi o de que também aquele era o fim do seu destino, como falei sobre isto em outro estudo, o seu ultimo dia.

O suplicio era o mesmo, mas, a intensidade era menor, prova disto foi que os soldados também tiveram que antecipar a sua morte visto que não era permitido ter um corpo crucificado visto que algumas horas mais tarde era o início da Páscoa.

Seguindo o mesmo principio sobre enigma como nos casos anteriores, este malfeitor da segunda cruz a direita de Jesus Cristo estava consciente dos seus atos praticados e por isto aceitava melhor a sentença de morte.

Estava convicto das conseqüências dos seus atos, mas, da mesma maneira que os outros dois crucificados estavam ali pensando naqueles que seriam os seus últimos pensamentos, ele manifestou um pouco do que ainda conseguia refletir sobre tudo o que feito nesta vida para estar ali; e isto permitiu lhe enxergar os erros que cometeu, e como ainda estava consciente em poucos minutos arquitetou um plano B, ciente que não mais sairia dali vivo.

Assim como aquele que estava na cruz à esquerda de Jesus Cristo este condenado também conhecia um pouco da história daquela que além de estar crucificado suportava calado as injurias do povo que Lha assistia o martírio.

Ele refletiu em tempo e apenas defendeu Cristo das provocações do outro condenado por crimes comuns, e foi apenas esta atitude que mudou lhe a direção para onde iria após aquele suplicio.

Cristo não hesitou e perdoou aquele condenado imediatamente salvando a alma do primeiro pecador a beira da morte ainda cruz, e depois expirou!

Não fosse esta decisão teríamos três enigmas para decifrar, mas, este pecador revelou, porém o homem ainda continua ignorar!

A sabedoria está explicita no ato deste malfeitor, apenas os tolos não querem admitir.

O que seria o enigma, porém não é chama se Fé que é crer nas coisas que não se vê, mas, que se sente.

O homem natural tem fé naquilo que se pode tocar - apalpar e ver, enquanto que o espiritual crê que naquilo que ele não pode acumular nesta vida, mas, irá usufruir no futuro e eternamente, com direito de propriedade adquirido daquele cujo enigma transcende a mente humana, Jesus Cristo.

Para finalizar vou deixar uma questão muito fácil de responder que é a seguinte: Temos três cruzes, três crucificados, e dois enigmas não decifrados; a questão é: O que as três cruzes representam para você?

 

 

Imagem:  1 https://www.lds.org/media-library/images/pictures-of-crosses-jesus-1127718?lang=eng

  Em Yeshua!

 

Shalom. 

 

קרניליוס   

 

"Feito perfeito, é imperfeito; como criação, o meu eu; natureza humana! C. A. Dias.

 

 

              

 

 

 

Licença Creative Commons

Três Enigmas nas três Crucificações?: do Teologo Cornelio A.Dias está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Não Comercial - Sem Derivações 4.0 Internacional. Baseado no trabalho disponível em http://oportaldateologia.no.comunidades.net/tres-enigmas-nas-tres-crucificacoes#2Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://oportaldateologia.no.comunidades.net/.

newline oportal

 

Editoriais

As taças da ira de Deus  estão prestes a se derramarem sobre a terra! 

Quero fazer um breve relato sobre esta chamada em "Flash”, visto que não vejo a necessidade de escrever um artigo específico sobre o título, bem como também não vou citar referências bíblicas que corrobore com este assunto.

 

Os elementos ardendo  

em breve se fundirão!

Cuidado!

Um corpo terrestre, 

se chocará contra a terra e 

causará repentina destruição. 

 

Leia Mais imagem

 

A falsa doutrina do pré-tribulacionismo  

Qual biblicamente é a mais viável para você? A Meso-tribulação [Arrebatamento no meio da tribulação] ou a Pós-tribulação? [Arrebatamento depois da tribulação] Em qual delas acontecerá o Arrebatamento da Igreja! Será antes da tribulação? Reflita! Leia Mais  imagem

 

 

  Reflexão do O Portal

         2013

O oitavo Rei foi eleito.

A besta que era e já não é, é também o  oitavo rei, e é dos sete, e vai-se para a perdição Apocalipse cap. 17 - 11.

E o sangue de muitos inocentes ainda haverá de ser derramado.              

Guerreiros feridos são condecorados com Láureas de sangue.

Os soldados do Exército do Rei dos Reis, porém herdarão uma coroa de ouro, e a vida eterna.

A Nova Ordem Mundial está chegando e virá para cumprir o seu dever a rigor.

Quem quiser se livrar dela terá que aceitar a sua marca. 6 6 6 em troca da sua alma.

Revelação 13. 1 – Vi uma besta que saia do mar, [...] 2 [...] O dragão lhe deu seu poder, seu trono e grande autoridade.

4. Eles adorarão o dragão, porque dera a sua autoridade à besta [...] 7. Foi-lhe dado poder para guerrear contra o povo santo de Deus e derrotá-los.

10. “Se alguém há de ir para o cativeiro, para o cativeiro irá! Se alguém há de ser morto à espada, morto à espada haverá de ser!”

Yeshua.

 O ultimo, o Rei dos reis é o próximo, e está vindo, espere por Ele mesmo que  isto lhe custar a própria vida.

"Permaneça fiel até a morte, e Eu lhe darei a Vida como Coroa. Revelação 2.10.

Yeshua".

 

Leia o Artigo: O sétimo milênio e o fim da humanidade.

Oriente-se.

 

Por: Cornelio A.Dias

Março de 2013.

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 TAUEZEQ94_tsp.png

 

 

 

  Ler um   é:

Armazenar Informações;

Desenvolver a Intelectualidade;

Ampliar os Horizontes;

Compreender o Mundo;

Comunicar-se com o Próximo;

Escrever Corretamente;

Relacionar-se melhor com o Outro!

 Ler uma  é:

Armazenar Ensinamentos;

Desenvolver o Conhecimento;

Ampliar a Espiritualidade;

Compreender a DOUTRINA;

Comunicar-se com JESUS

Escrever a VERDADE;

Relacionar-se melhor com DEUS. 

IMAGEM TEXTO

Ore conosco ao som de belos louvores;

Chore aos pés feridos do Pai!

A tristeza logo passa, não demora.

Ele vos envolve e vos consola, 

Em seus braços, faz-vos descansar.

O Portal

Abra esta Porta de Meditação, Louvor e Oração,

clique aqui em:

Bíblia Online e Seleção de Louvores

e deixa Deus falar ao seu coração!

IMAGEM TEXTO

 

TAU_ORIGINAL_PORTAL.png  

 Leia Mais imagem 


Com: Paz seja convosco
Graça e Paz
A Paz do Senhor
Paz da parte... do Senhor
Paz de Deus
Shalom
Shalom Adonai
Bom dia; Boa Tarde; Boa Noite Irmão
Nenhuma da anteriores

 

 

Download

Descrição:

Bíblia Sagrada Digital

MediaFire – Down

 Jogo Show do Cristão

MediaFire – Down 

 

AlertaGeral

  

LEIA 

 

 

 

 

topo