Translate this Page
Arrebatamento
Você acha que o Arrebatamento da Igreja será:
No meio da Tribulação
Depois da Tribulação?
Durante a Tribulação
Antes da Tribulação?
Não sei responder!
Ver Resultados


Rating: 2.0/5 (216 votos)




ONLINE
5




Partilhe este Site...





O Portal da Teologia 

Indice Mapa do Site Avançado
Busca O Portal

 Ychzek'el [Ezequiel] 9.3-4

O PORTAL DA TEOLOGIA

A marca de Cristo. 

3. Então a Glória do Deus de Yisra'el começou a se levantar sobre o keruv, desde onde ele estava até a entrada da casa. Ele chamou o homem vestido com roupas de linho, o qual tinha equipamento de escribas em sua cintura

4. Adonai lhe disse: "Vá por toda a cidade, através de toda a Yerushalayim, e ponha uma marca em sua testa como a de um homem [Cristo] que está suspirando e chorando por todas as práticas odiosas que estão sendo cometidas ali".  

 Atenção: O Arrebatamento da Irmã Vilma - Assista aqui em [Vídeos e Nova Era] Cuidado com a sua Alma! 

 

Graça e Paz em Cristo → A todos os Leitores → Sejam bem vindos → No nome de Jesus!  Comentem os artigos → Iniciem discussões sobre os temas → O Moderador. 06.04.2014 

 
OPorTAU.png

Atualize o seu navegador - novo domínio 

http://www.oportaldateologia.org/ 

O Portal:

 

 

oportal@oportaldateologia.org 

cliqueimagem 

OPorTAU.png 

Pedido de Oração  

 

Por Gospel+ - Biblia Online

 

 

 


O Portal da Teologia autoriza a republicação de todos os artigos do site na íntegra, desde que cite a fonte de origem.  


Papa pede à Igreja que vença os medos
Papa pede à Igreja que vença os medos

Papa pede à Igreja que "vença os medos diante das surpresas de Deus"

A Igreja, defendeu Francisco no fim do Sínodo, “tem de responder corajosamente a quaisquer desafios”. Descrevendo o encontro como uma “grande experiência”, sublinhou que os participantes puderam falar de uma forma “verdadeiramente livre”.

Francisco, na missa que encerrou o sínodo, este domingo REUTERS/TONY GENTILE


Na missa em que beatificou Paulo VI, domingo de manhã, Francisco quis homenagear o sínodo da família no Concílio Vaticano II e convidou todos a “vencer o medo diante das surpresas de Deus”, dedicando as suas orações a essa necessidade.

Na cerimónia que assinalava o fim do primeiro Sínodo dos Bispos sobre a Família por si marcado, o argentino lembrou as palavras de Paulo XI quando estabeleceu o sínodo de bispos: “Analisando cuidadosamente os sinais dos tempos, estamos a fazer todos os esforços para adaptarmos costumes e métodos às necessidades crescentes da nossa época e às condições em mudança na sociedade”.

“Deus conduz-nos por caminhos imprevistos”, afirmou o Papa, no final de um debate aceso onde a sua defesa de uma maior abertura da Igreja face ao divórcio, à homossexualidade ou às uniões de facto mostraram ser maioritárias mas não alcançaram os dois terços necessários para aprovação. Ainda assim, a seu pedido, mantiveram-se no documento final do sínodo (sob a indicação “não aprovados formalmente”).

“Deus não tem medo das coisas novas. Por isso é que nos está constantemente a surpreender, a abrir os nossos corações e a guiar-nos por caminhos inesperados”, afirmara Francisco quando encerrou o encontro, no sábado à noite. A Igreja, defendeu, “tem de responder corajosamente a quaisquer desafios”. Antes, pedira aos cerca de 200 bispos para terem cuidado com a “rigidez hostil” dos conservadores da doutrina, mas também com a “boa vontade destrutiva” dos que querem mudar tudo a qualquer custo.

Descrevendo o sínodo como uma “grande experiência”, o Papa argentino sublinhou que os participantes puderam falar de uma forma “verdadeiramente livre e com uma criatividade humilde”. Na abertura no encontro, Francisco pedira aos participantes para falarem com franqueza; no fim, disse-lhes que teria ficado “preocupado e entristecido” se isso não tivesse acontecido”.

“Nunca vi um sínodo tão interessante, tão aberto e que tenha captado tanta atenção”, escreve no seu blogue Andrés Beltramo Álvarez, vaticanista argentino. Beltramo recusa que o mediatismo se deva apenas aos pontos polémicos. O que aqui houve de diferente, nota foi “o debate animado e vivo, de condição irrenunciável a uma verdadeira assembleia sinodal, característica intrínseca de uma discussão real, nem falseada nem preconcebida”. “Tal como queria o Papa”.

No início da segunda semana do sínodo, a divulgação das primeiras comunicações desencadeou uma acesa e pública polémica, com bispos mais conservadores a criticarem de forma aberta o Papa, algo de uma raridade extrema. O interesse que o sínodo gerou, insiste Beltramo, vem daí, da possibilidade que todos tiveram para expressar em público as suas divergências, “opiniões até contraditórias, que geraram ‘curto-circuitos’ e até divisões”.

Mudança pastoral

Dos três artigos que não conseguiram a maioria de dois terços, dois são sobre o acolhimento dos homossexuais na Igreja (na versão inicial lia-se que “as pessoas homossexuais têm dons e qualidades para oferecer à comunidade cristã” e aceitava-se que “o apoio mútuo de algumas uniões [homossexuais] constitui um suporte valioso para a vida dos casais”; outro sobre a possibilidade de os divorciados e recasados poderem aceder à comunhão (Francisco casou recentemente divorciados em São Pedro).

Francisco reformulou o método de funcionamento destes encontros, que passaram a realizar-se em duas partes, permitindo que sejam acompanhados de um debate a nível local, nas paróquias. “O Papa colocou claramente a Igreja num novo caminho, na direcção de um estilo de evangelização menos focado na doutrina e mais disposto a convidar as pessoas a entrar, independentemente do seu estatuto”, escreve no seu blogue John Thavis, autor do livro Os Diários do Vaticano.

A votos foram 62 pontos, todos aprovados por maioria simples, mais de 100 votos a favor entre os 183 padres sinodais com direito a voto. Só os três referidos não alcançaram os dois terços necessários.

“Com o sínodo, não se deve esperar uma mudança doutrinal da Igreja mas pastoral”, antecipa o cardeal canadiano Marc Ouellet, actual prefeito da Congregação dos Bispos. Certo é que o texto agora aprovado – Beltrano chama “jogada magistral” à decisão do Papa se incluir mesmo os pontos não aprovados – é um documento de trabalho, ponto de partida para o sínodo de Outubro de 2015. Aqui se confirma que a discussão existe e é acesa. O facto de todos o saberem já muda muito.

http://www.publico.pt/mundo/noticia/papa-pede-a-igreja-que-venca-os-medos-diante-das-surpresas-de-deus-1673426

 

Comentários por Disqus

newline oportal

 

Editoriais

As taças da ira de Deus  estão prestes a se derramarem sobre a terra! 

Quero fazer um breve relato sobre esta chamada em "Flash”, visto que não vejo a necessidade de escrever um artigo específico sobre o título, bem como também não vou citar referências bíblicas que corrobore com este assunto.

 

Os elementos ardendo  

em breve se fundirão!

Cuidado!

Um corpo terrestre, 

se chocará contra a terra e 

causará repentina destruição. 

 

Leia Mais imagem

 

A falsa doutrina do pré-tribulacionismo  

Qual biblicamente é a mais viável para você? A Meso-tribulação [Arrebatamento no meio da tribulação] ou a Pós-tribulação? [Arrebatamento depois da tribulação] Em qual delas acontecerá o Arrebatamento da Igreja! Será antes da tribulação? Reflita! Leia Mais  imagem

 

 

  Reflexão do O Portal

         2013

O oitavo Rei foi eleito.

A besta que era e já não é, é também o  oitavo rei, e é dos sete, e vai-se para a perdição Apocalipse cap. 17 - 11.

E o sangue de muitos inocentes ainda haverá de ser derramado.              

Guerreiros feridos são condecorados com Láureas de sangue.

Os soldados do Exército do Rei dos Reis, porém herdarão uma coroa de ouro, e a vida eterna.

A Nova Ordem Mundial está chegando e virá para cumprir o seu dever a rigor.

Quem quiser se livrar dela terá que aceitar a sua marca. 6 6 6 em troca da sua alma.

Revelação 13. 1 – Vi uma besta que saia do mar, [...] 2 [...] O dragão lhe deu seu poder, seu trono e grande autoridade.

4. Eles adorarão o dragão, porque dera a sua autoridade à besta [...] 7. Foi-lhe dado poder para guerrear contra o povo santo de Deus e derrotá-los.

10. “Se alguém há de ir para o cativeiro, para o cativeiro irá! Se alguém há de ser morto à espada, morto à espada haverá de ser!”

Yeshua.

 O ultimo, o Rei dos reis é o próximo, e está vindo, espere por Ele mesmo que  isto lhe custar a própria vida.

"Permaneça fiel até a morte, e Eu lhe darei a Vida como Coroa. Revelação 2.10.

Yeshua".

 

Leia o Artigo: O sétimo milênio e o fim da humanidade.

Oriente-se.

 

Por: Cornelio A.Dias

Março de 2013.

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 TAUEZEQ94_tsp.png

 

 

 

  Ler um   é:

Armazenar Informações;

Desenvolver a Intelectualidade;

Ampliar os Horizontes;

Compreender o Mundo;

Comunicar-se com o Próximo;

Escrever Corretamente;

Relacionar-se melhor com o Outro!

 Ler uma  é:

Armazenar Ensinamentos;

Desenvolver o Conhecimento;

Ampliar a Espiritualidade;

Compreender a DOUTRINA;

Comunicar-se com JESUS

Escrever a VERDADE;

Relacionar-se melhor com DEUS. 

IMAGEM TEXTO

Ore conosco ao som de belos louvores;

Chore aos pés feridos do Pai!

A tristeza logo passa, não demora.

Ele vos envolve e vos consola, 

Em seus braços, faz-vos descansar.

O Portal

Abra esta Porta de Meditação, Louvor e Oração,

clique aqui em:

Bíblia Online e Seleção de Louvores

e deixa Deus falar ao seu coração!

IMAGEM TEXTO

  

TAU_ORIGINAL_PORTAL.png

 

 

 Leia Mais imagem 


Com: Paz seja convosco
Graça e Paz
A Paz do Senhor
Paz da parte... do Senhor
Paz de Deus
Shalom
Shalom Adonai
Bom dia; Boa Tarde; Boa Noite Irmão
Nenhuma da anteriores

Feedjit

 

Download

Descrição:

Bíblia Sagrada Digital

Mediafire – Down

 Jogo Show do Cristão

Zippyshare – Down

Biblia Sagrada + jogo show do cristão + caminho estreito

MEGA – Down 

topo