Photo
 Presidente Obama pisando fora do Air Force One em Honolulu em 19 de dezembro com a filha Sasha, seguido por Michelle e Malia. Foto Eugene Tanner / Associated Pressss
Continue reading the main story Share This Page

KAILUA, Havaí - Como presidente, Barack Obama devem lidar com os desafios de importância global, mesmo durante as férias. Mas, como um pai, ele potencialmente enfrenta um teste na frente de casa: Uma família de férias de duas semanas com filhas adolescentes.

Malia , 16, e Sasha , 13, ter vindo aqui - para o lugar de seu pai passou grande parte de sua infância - quase todos de Natal desde que nasceram, e todos os anos o Sr. Obama está no cargo.

Mas agora que eles são adolescentes que entraram os anos em que os especialistas dizem que as crianças estão menos interessados ​​em, digamos, um dia de praia com os pais.

Apesar da experiência única de crescer na Casa Branca, protegido por agentes do Serviço Secreto e acompanhantes que controlam cuidadosamente a sua exposição na mídia, as filhas de Obama aparecem, em raros lampejos, a ser, assim, os adolescentes que, por vezes, mostram coragem e independência.

Eles tomam selfies. Eles reviram os olhos das piadas de seu pai. Eles preferem Beyoncé aos singalongs em "Frozen".

"Eu costumava usar os meus filhos como uma desculpa para ver todos os filmes da Disney," Michelle Obama recentemente disse a revista People , "e agora peço-los e eles não vou."

Estes dias parecem ser diferentes para a família do que eram em 2011, quando as filhas foram fotografadas segurando a mão de seu pai em uma visita ao Sea Life Park em Waimanalo.

Em uma entrevista no "Viva com Kelly e Michael," Mr. Obama disse aos anfitriões, Kelly Ripa e Michael Strahan, que Malia foi para seu primeiro baile.

"É justo dizer que a primeira vez que você vê sua filha nos saltos, é um pouco chocante", disse ele. Quando perguntado se ela foi com um rapaz, o presidente brincou que era "informação classificada".

Em 19 de dezembro, Sasha, em um vestido branco e sandálias de madeira sola, e Malia, em um vestido de bolinhas com uma tote denim, saiu do Air Force One com seus pais na base comum Pearl Harbor-Hickam, olhando menos entusiasta após o voo de quase 10 horas por dia.

"Sasha e Malia parece que eles estão lutando para entrar no espírito de férias", um título em The Daily Mail ler.

Na sexta-feira, eles se juntaram os seus pais e amigos da família em primeiro lugar para uma quase sem nuvens 79 graus à tarde em uma praia de areia branca isolada na Estação da Força Aérea em Bellows Oahu. Cerca de uma hora e meia mais tarde, o Sr. Obama separado de sua família para jogar golfe com os amigos no Royal Hawaiian Golf Club.

"É um paradoxo de ter uma 'férias com a família", com duas adolescentes ", disse Madeline Levine, uma psicóloga e autora de "The Price of Privilege."

De mãos dadas com suas filhas Presidente Obama segurando Malia, à esquerda, e Sasha em uma visita ao Sea Life Park em Waimanalo, Havaí, em dezembro de 2011. Credit Carolyn Kaster / Associated Press

A Casa Branca mantém um olhar cuidadoso sobre o retrato das filhas de Obama na mídia, só permitindo repórteres raros lampejos e normalmente controladas deles. Os jornalistas que viajam com o presidente são instruídos a não fotografar as primeiras filhas sem os seus pais, e só recebem periodicamente detalhes sobre como eles estão gastando seu tempo aqui. Um porta-voz da primeira-dama não quis comentar. 

Na manhã de Natal dos Obama abriu presentes e cantaram canções de Natal em sua casa de aluguel em um bairro residencial de alto nível aqui, um funcionário da Casa Branca disse que, uma cena Rockwellian em relação ao dia de Ação de Graças, em Washington, quando Sasha e Malia não parecia impressionado com a anual perdão do peru presidencial.

As primeiras filhas mexia e reviraram os olhos. Quando Obama pediu a seus filhas se eles queriam acariciar o peru perdoado, Malia rapidamente disse, "Nah", desenhando uma risada da platéia. A manchete no BuzzFeed leia-se: "As filhas de Obama não poderia ser mais furada por Piadas do pai deles. Ugh. Pais ".

Como Bill e Hillary Clinton atestaria, é difícil proteger a filha adolescente na Casa Branca. Chelsea não tinha uma reputação de angústia, mas aos 12 ela sofreu crítica pungente do apresentador de rádio conservador Rush Limbaugh. (Chelsea recentemente disse Katie Couric ela passou seus 20 anos "rebeldes" de seus pais ", trabalhando no setor privado.")

Amy Carter também enfrentou comentários cruéis durante seus anos de formação. Filhas gêmeas do presidente George W. Bush, Jenna e Barbara, ganhou as manchetes depois que eles foram pegos tentando comprar ou beber álcool antes dos 21.

Mas Sasha e Malia são os primeiros filhos presidenciais crescer na era das mídias sociais, onde as interações dos adolescentes com os outros e as críticas atiraram neles ocorre com tanta frequência.

Um assessor parlamentar republicano, Elizabeth Lauten, renunciou em meio a reação depois que ela criticou as filhas de Obama em um post no Facebook após o perdão do peru. "Querido Sasha e Malia, eu recebo vocês dois estão naqueles anos terríveis adolescentes, mas você é uma parte da primeira família, tentar mostrar um pouco de classe", escreveu ela. (Ms. Lauten mais tarde pediu desculpas.)

Depois, há as vezes as filhas tomam para si as mídias sociais. Em agosto, Malia, acompanhado de amigos e alguns à paisana agentes do Serviço Secreto, usava um vestido estampado de girassol e posou para uma selfie durante a Chance, o concerto do rapper no Lollapalooza festival de música em Chicago.

A concertgoer colega postou no Facebook: "Sua roupa de girassol foi provavelmente o melhor que eu vi todo fim de semana. Adereços louco, garota. "Mrs. Obama já disse que tenta limitar o tempo de tela de suas filhas, mas que é uma tarefa difícil quando os adolescentes vêem seus pais constantemente conectado.

Obama recebe briefings regulares de segurança nacional, enquanto em férias e na semana passada foi forçado a lidar com eventos atuais, incluindo os assassinatos de dois policiais de Nova York , um ataque cibernético em Sony Pictures e um voo AirAsia que desapareceu.

"Você não pode queixar-los olhando para telas se você está constantemente fazendo isso", disse Catherine Steiner-Adair, autor de "The Big Disconnect:. Proteger a infância e os relacionamentos familiares na Era Digital"

Parenting especialistas dizem que uma família de férias pode ser um bom momento para dar adolescentes um pouco mais de independência do que recebem em casa, mesmo que isso signifique que lhes permite dormir até meio-dia.

"Eles podem ver as férias como finalmente a chance de se libertar, enquanto os pais vêem isso como uma oportunidade para se reunir", disse Wendy Mogel, um psicólogo clínico, que é especializada em adolescentes. "Isso pode ser complicado."

Naturalmente, é impossível para as filhas de Obama - que eram apenas 10 e 7, quando seu pai foi eleito em 2008 - para ter independência, no sentido tradicional.

Ms. Mogel aconselhou atividades ao ar livre como ir tirolesa ou navegar como uma família, proporcionando um toque de perigo que apela para o cérebro adolescente.

Mr. Obama parou de surf corpo logo depois que ele se tornou presidente por causa de preocupações com a segurança. ("A última vez que tentou fazê-lo, eles tinham um monte de pessoas para fora em jet skis na água e me cercando com todos os tipos de coisas, e foi um pouco perturbador para os outros nadadores", o presidente disse americanos urbanos Radio Networks em 2009.)

Estes dias, as atividades podem precisar de ser um pouco menos aventureiros. Na quarta-feira, Obama e Malia (e uma pequena multidão de agentes do Serviço Secreto e funcionários) fomos caminhar com os amigos em Lighthouse Point Makapu'u fuga, uma área de vegetação, no extremo leste de Oahu.

Esse ritmo pode atender planos de férias da primeira-dama. Em uma visita a um hospital infantil em Washington, em 15 de dezembro de Michelle Obama foi perguntado o que ela queria para o Natal. "Eu só quero que todo mundo seja feliz", disse ela. "E eu quero dormir."